Roteiro África do Sul (COMPLETO!): como montar sua viagem para lá

roteiro africa do sul pontos turisticos safari
Roteiro África do Sul - Safári na região do Parque Nacional Kruger

Você está tentando montar o seu roteiro África do Sul e percebe que na hora de escolher o que fazer por lá aparecem um monte de dúvidas. Eu sei porque já passei por isso. E no meio de tantos pontos turísticos para visitar, o que é melhor incluir no seu roteiro de viagem?

Vamos resolver esse problema agora mesmo!

Você vai encontrar aqui dicas super úteis que selecionamos ao longo de muita pesquisa e da nossa experiência de viagem no país. Você vai ver que vai ficar facinho montar o seu roteiro  África do Sul!

Nesse post você vai encontrar:

  • Quantos dias ficar na África do Sul
  • Pontos turísticos África do Sul: escolha e monte o seu roteiro
  • Melhor época para visitar a África do Sul
  • Como foi o roteiro de viagem do ILoveTrip na África do Sul

Leia Também => Onde Ficar em Joanesburgo: Mapa dos melhores Bairros e Hotéis

Quantos dias ficar na África do Sul

Sem dúvida, o que fazer na África do Sul não é o problema. O problema é escolher o que fazer por lá no meio de tantos passeios e lugares incríveis para você visitar.

O país oferece uma diversidade de atrações turísticas, com temas bem diferentes que agradam vários gostos de viajantes.

As opções são muitas, mas na hora de montar o seu roteiro África do Sul reserve no mínimo 2 semanas. Se tiver mais dias melhor ainda!

Vamos ver agora quais são os principais pontos turísticos da África do Sul e quantos dias ficar em cada lugar. Assim você pode ter uma ideia do que dá para incluir no seu roteiro de viagem.

Pontos turísticos África do Sul: escolha o que quer visitar e monte o seu roteiro

Você vai ver agora um resumo dos principais pontos turísticos da África do Sul e quantos dias, no mínimo, você deve ficar em cada lugar. A quantidade de dias são para dias inteiros, ou seja, aqueles em que você acorda e dorme no mesmo lugar.

Os pontos turísticos e atrações estão separados por cidade ou região.

Indicamos no final quanto tempo, em média, você gastará para ver cada uma das atrações turísticas da África do Sul.

Planeje sua viagem: Entenda por que o SEGURO VIAGEM é INDISPENSÁVEL  para você fazer uma viagem tranquila e econômica!

Veja que não levamos em consideração o tempo de deslocamento até as atrações turísticas e sim apenas o tempo mínimo necessário para visitar a atração.

Joanesburgo

  • Museu do Apartheid: uma das melhores atrações turísticas de Joanesburgo. O Museu do Apartheid conta, por meio de vídeos, imagens e objetos, a longa e triste história da segregação racial na África do Sul. Já falamos sobre ele aqui.
    Quanto tempo: meio dia.
  • Soweto: assim como o Museu do Apartheid, o bairro de Soweto tem um peso significativo na história do Apartheid na África do Sul, sendo palco de várias manifestações históricas. Nelson Mandela e Desmond Tutu, dois ganhadores do Prêmio Nobel da Paz, já moraram no Soweto. Veja sobre o passeio de bike no Soweto.
    Quanto tempo: meio dia.
  • Nelson Mandela Square e Sandton City: um grande complexo comercial em uma das regiões mais desenvolvidas de Joanesburgo.
    Sandton City é um shopping enorme,e a Nelson Mandela Square é um espaço anexo rodeado por restaurantes e onde ficaa a estátua de Nelson Mandela, a maior atração do lugar.
    O que atrai ainda mais a atenção,como já falamos em outro post, é as duas atrações turísticas estarem rodeadas de hotéis e terem fácil acesso ao aeroporto pelo metrô Gautrain.
    – Quanto tempo: 3 horas (mais se você for do tipo que gosta muito de fazer compras).
  • Lion Park: parque que lembra um safári, muito conhecido em Joanesburgo pela proximidade da cidade. Os pontos altos são os passeios para ver as famílias de leões e alimentar as girafas. Veja os prós e contras dessa atração turística.
    Quanto tempo: manhã e tarde.

Não perca: Veja quais são os melhores hotéis em Joanesburgo e reserve pelo link do ILoveTrip com as melhores ofertas!

Safáris – Parque Nacional Kruger

  • Parque Nacional Kruger: o melhor, mais conhecido e autêntico safári da África do Sul. O Parque Nacional Kruger é um ponto turístico imperdível. É uma reserva gigantesca que pode ser visitada com carro próprio ou por safáris de empresas contratadas.
    Dentro do parque os animais ficam soltos e existem áreas seguras para acampamento e alojamentos com pousadas.
    O Parque Nacional Kruger é uma atração imperdível. Não deixe de fora do seu roteiro África do Sul.
    Quanto tempo: mínimo de um dia com carro próprio.
  • Reservas privadas fora do Parque Nacional Kruger: são diversas as reservas privadas para safári que ficam na região, mas fora do Parque Nacional Kruger.
    A experiência vale à pena porque tratam-se de passeios mais exclusivos onde você pode ter a possibilidade de chegar ainda mais perto dos animais.
    Quanto tempo: mínimo de dois dias.
  • Rota Panorâmica e Blyde River Canyon: uma charmosa estrada passa por diversas cachoeiras, mirantes e o gigantesco Blyde River Canyon. Os acessos são bem sinalizados e fáceis a partir da estrada.
    Quanto tempo: com calma, uma manhã e tarde.

Não perca: RESERVE O SEU HOTEL na região do Parque Nacional KRUGER com segurança e com as melhores ofertas!

Garden Route – Rota Jardim

  • Port Elizabeth: Port Elizabeth é uma cidade banhada pelo Oceano Índico, colonizada pelos ingleses e com grande valor histórico. Com praias, comércios e vida própria, a cidade é procurada para o turismo na África do Sul e é ponto de partida para iniciar a Garden Route.
    Quanto tempo: meio dia. Se quiser conhecer mais a cidade fique um dia.
  • Jeffreys Bay: cidade bem pequena mas mundialmente conhecida pelos campeonatos de surf. As casas de veraneio à beira mar e a longa faixa de área fazem com o Jeffreys Bay seja um ótimo ponto turístico da África do Sul para relaxar e curtir a natureza.
    Quanto tempo: um dia. Fique mais dias se você quiser descansar.
  • Tsitsikamma Park – Storms River National Park: você encontra aqui trilhas, mirantes, cânion, rica vida animal e vegetal, além de excelente estrutura para turismo. Esse é um dos mais lindos pontos turísticos da África do Sul.
    Quanto tempo: manhã e tarde. Você também pode dormir em um dos alojamentos do parque.
  • Face Adrenaline (bungee jump):  nessa região fica uma das atrações turísticas mais conhecidas da África do Sul, o mais alto bungee jump de ponte do mundo, com 216 metros. O visual é incrível com muito verde o Oceano Índico ao fundo.
    Quanto tempo: meio dia.
  • Plettenberg  Bay: uma das principais cidades turísticas da África do Sul que não pode ficar fora do seu roteiro.
    A cidade praiana é super charmosa, com bons restaurantes e hotéis e vistas incríveis do mar para observação de golfinhos. Não deixe de visitar a península Robberg Nature Reserve.
    Quanto tempo: 2 dias

Não perca: RESERVE O SEU HOTEL na região da GARDEN ROUTE com segurança e com as melhores ofertas!

  • Knysna: uma das cidades mais importantes para o turismo na África do Sul, Knysna (a pronúncia é “Naisna”) tem um charme e elegância com seus morros de calcário e a lagoa formada pelas águas do Oceano Índico.
    Um píer charmoso, além de mirantes, passeios e bons hotéis e restaurantes tornam o lugar bastante agradável. Knysna também é conhecida como a capital mundial das ostras.
    Quanto tempo: um dia.
  • Outdshoorn e Cango Caves: muitos fazem um desvio na Garden Route para ir até Outshoorn, a capital mundial do avestruz, com diversas fazendas de avestruzes. Esse desvio só vale a pena se você fizer questão e tiver tempo.
    A principal atração turística da cidade é a Cango Caves, cavernas com tour para visitação.
    Quanto tempo: um dia.
  • Mossel Bay: mais uma cidade da Garden Route, não tão charmosa como as outras, mas que pode ser utilizada como uma parada para descanso.
    Quanto tempo: uma noite.
  • Hermanus: capital mundial das baleias, uma boa opção para incluir no seu roteiro África do Sul na temporada de baleias. A cidade é bem pequena mas muito bonita, com mirantes para ver o mar e os grandes animais.
    Quanto tempo: meio dia.
  • Gansbaai – mergulho com tubarões: esse é  o melhor lugar para você fazer o incrível mergulho com tubarão branco da África do Sul. Não deixe de incluir esse passeio no seu roteiro de viagem.
    Quanto tempo: manhã. Se sair de Cape Town, reserve um dia inteiro devido à locomoção.

Região de Vinícolas da África do Sul

  • Stellenbosh: principal cidade do circuito de vinícolas da África do Sul, Stellenbosh é uma cidade universitária, com um centrinho bonito, agitado e cheio de bons cafés, bares e restaurantes. Existem dezenas de (ótimas) vinícolas pela região.
    Quanto tempo: um dia. Acrescente mais dias dependendo do seu interesse em visitar vinícolas.
  • Franschhoeck: uma cidade bem pequenininha, situada no meio de um vale de montanhas. Bem romântica e ideal para descansar e para quem gosta de vinhos e belas paisagens. Os restaurantes aqui também são muito bons.
    Quanto tempo: um dia. Acrescente mais dias de acordo com o seu interesse em vinícolas ou se quiser descansar.

Não perca: RESERVE O SEU HOTEL na região de STELLENBOSH com segurança e com as melhores ofertas!

Cape Town e região

  • Cape Town: a Cidade do Cabo ou Cape Town já é sozinha a principal atração turística da África do Sul. Uma cidade linda, com praias, comércios, agitação, cheia de pontos de interesse imperdíveis como a Robben Island, V&A Waterfront e Table Mountain. Sem dúvida, a cidade não pode ficar de fora do seu roteiro África do Sul.
    Quanto tempo: 3 dias
  • Cabo da Boa Esperança – Cape Point: O Cabo da Boa Esperança é outra atração turística imperdível da África do Sul. O caminho passando pela rodovia Chapman’s Peak Drive já é um passeio de cartão postal.
    A estrada já é linda com muitos mirantes, trilhas e reservas com praias e vegetação. No caminho também fica a Boulders Beach, a famosa praia com colônia de pinguins, também um passeio imperdível para incluir no seu roteiro África do Sul.
    Quanto tempo: manhã e tarde.

Não perca: RESERVE O SEU HOTEL em CAPE TOWN com segurança e com as melhores ofertas!

Durban

  • Durban: cidade que fica um pouco fora da rota principal de turismo do país, mas que se você tiver tempo disponível vale muito a pena incluir no roteiro África do Sul.
    Um dos pontos altos aqui é a grande influência indiana que pode ser vista no Victoria Street Market.
    Outros principais pontos turísticos são o Golden Miles, área de praias com calçadão, restaurantes e hotéis, O Shaka Marine World, um dos maiores aquários do mundo e o Estádio Moses Mabhida, onde foram construídos diversas atrações para aproveitar o espaço.
    Quanto tempo: dois dias

Não perca: RESERVE O SEU HOTEL em DURBAN com segurança e com as melhores ofertas!

Melhor época para visitar a África do Sul

As estações do ano são correspondentes aos mesmos períodos que encontramos no Brasil, isso por causa da posição do país que também fica no Hemisfério Sul.

Como está mais ao sul do que a maioria das cidades brasileiras, as temperaturas na África do Sul podem ser um pouco mais baixas. Os ventos também são fortes vindos das correntes do Oceano Índico (mais quentes) e do Oceano Atlântico (mais frias).

No verão (dezembro a fevereiro) predominam dias com mais calor e com chuvas à tarde. Uma boa época para visitar a região de Cape Town.

Mas, apesar de ser possível a visita durante o ano todo, o verão não é a melhor época para fazer safáris e visitar a região do Parque Nacional Kruger porque os dias são bem quentes e a vegetação da savana fica mais densa nesse período.

O outono, (março a maio) é uma boa época para visitar a África do Sul, pois existe menos possibilidades de chuva, a temperatura ainda é quente e é baixa temporada. Ideal para safáris e para visitar os outros pontos turísticos da África do Sul.

O inverno (junho a agosto) é mais seco, com dias de sol mais longos e é a melhor época para fazer os safáris na região de Parque Nacional Kruger porque existe uma melhor visualização dos animais com a vegetação mais baixa.

Pela altitude, a cidade de Joanesburgo no inverno é bem fria, com temperaturas mínimas próximas aos 5ºC.

A primavera (setembro a novembro) é agradável principalmente nas regiões litorâneas onde existem muita vegetação e observação de flores. Esse é o caso da região de Cape Town e Garden Route.

As corrente de ar sempre estão presentes na região do Cabo da Boa Esperança. Assim, os ventos fortes sopram o ano todo. Por isso, vale a dica de levar sempre na mala um bom agasalho.

Como foi o roteiro de viagem do ILoveTrip na África do Sul

  • Joanesburgo (2 noites): nossa viagem foi no mês de maio e nosso roteiro de 17 noites na África do Sul começou em Joanesburgo. A princípio não iríamos incluir a cidade, mas resolvemos ficar para descansar e conhecer algumas atrações.  Já contamos os detalhes nesse outro post. Ficamos hospedados na charmosa Ginnegaap Guesthouse .
  • Região do Parque Nacional Kruger (3 noites): com o carro alugado, fomos em direção ao Parque Nacional Kruger. Primeiro ficamos hospedados três noites no Tshukudu Game Lodge, uma maravilhosa  reserva particular. No terceiro dia descemos a  Rota Panorâmica e chegamos ao Parque Nacional Kruger no início da tarde.

 Veja aqui: as MELHORES OFERTAS para ALUGAR SEU CARRO na África do Sul!

  • Nelspruit (1 noite): dormimos em Nelspruit no Zebrina Guest House e no outro dia pegamos um voo para continuar o nosso roteiro África do Sul pela Garden Route.
  •  Jeffreys Bay (1 noite): o nosso voo saiu de Nelspruit, com conexão em Joanesburgo e última parada em Port Elizabeth. Alugamos um carro, passamos um tempo na cidade e à tarde chegamos em Jeffreys Bay na simplesmente encantadora Guest House Stone Oliver.
  • Plettenberg Bay ( 2 noites): no outro dia cedo seguimos com o nosso roteiro África do Sul pela Garden Route. Usamos como base a cidade Plettenberg Bay e nos hospedagemos em The Robberg Beach Lodge de frente para o amar e visitamos, além dela, o Face Adrenaline bungee jump, Tsitsikamma Park com Storms River National Park e Península Rollenberg.
  • Mossel Bay (1 noite): passamos a manhã em Knysna e, no início da tarde, fizemos um pequeno desvio para passar por um trecho da estrada que leva à Cango Caves, apenas para ver, de longe, algumas fazendas de avestruzes. Dormimos em Mossel Bay no Mosselbay Backpackers, um hostel com ótima vibe.
  • Franschhoek (2 noites): continuando nosso roteiro África do Sul, fomos para Franschhoek, a cidadezinha encantadora na região vinícola do país. Conhecemos inúmeras vinícolas e no dia de ir embora nos concentramos na cidade de Stellenbosch. Essa região tem hospedagens simplesmente encantadoras, ficamos tão em dúvida que escolhemos duas, a Centre-Ville Guest House e a Vine Guesthouse.
  • Cape Town (5 noites): última parada do nosso roteiro África do Sul foi na cidade de Cape Town ou Cidade do Cabo, onde conhecemos atrações turísticas incríveis da África do Sul. Destaques para Robben Island, Table Montain, praias, Cabo da Boa Esperança, Boulders Beach e o fantástico mergulho com os tubarões brancos em Gansbaai. Nos sentimos em casa antes de voltar na excelente Villa Costa Rose.
Vamos bater um papo com a gente? Deixe sua dúvida ou comentário na caixa de discussão mais abaixo.
 
Gostou do post? Então assine nossa lista VIP abaixo e receba dicas e novidades do ILoveTrip.

36 COMENTÁRIOS

  1. Olá Carla, quero ir para africa em novembro, é uma boa época?

  2. Olá. Excelente explicação. Gostaria de saber se vale a pena ir com crianças (9 e 5 anos). Provavelmente o Kruger é legal pra eles, mas e as cidades como Johanesb. e Cidade do Cabo? Há atrações para crianças? Terei apenas 8 dias inteiros, o que recomendam?
    Obrigado!

  3. Oi Carla, muito legal o seu blog, muitas dicas bacanas e preciosas. Estou planejando um roteiro para África do Sul e pensei por volta de 18 dias, gostei bastante do seu roteiro. A minha dúvida é: no Kruger Park vc comprou uma passagem de avião por alguma cia. low faire? Vc precisou reservar com antecedência ou comprou o vôo lá ou já reservou daqui do Brasil?

  4. Waldyr Passetto

    Carla, excelente seu texto! Obrigado. Pode me dar detalhes da Rota Panorâmica que citou perto de Kruger National Park? Qual a rodovia exatamente?

  5. Oi Carla, queremos eu e meu marido fazer kruguer 2 a 3 dias, cape town para mergulho com tubarão e vista a baleias, queremos ficar em torno de 10 dias no total, a melhor época para ver baleias e tubarão é de julho a dezembro. Como queremos fazer safári também, pensamos em ir em setembro, acha uma boa época? A maior dúvidaé que depois de ver seu roteiro gostei da possibilidade de ir para a região Garden route, você acha que dá tempo? Tem alguma sugestão de roteiro? Principal ponto é safári, tubarão e baleia, cape town o que der e Joenesburgo se der também, não são prioridades. Devemos incluir Port Elizabeth? Desculpe tantas perguntas quero realizar os sonhos do marido!

  6. HELEN CRISTINE DE SOUZA BREUNIG

    Boa tarde!
    Eu, meu esposo e o meu filho de 14 anos, estávamos querendo ir para a África, na metade do mês de julho/2019. Pretendemos fazer Kruger Park e Johanesburgo. É muito frio?

    • Olá Helen, não fomos nessa época mas a África do sul está mais ou menos na linha do Rio Grande do sul então imagino que é uma época vc fria, ainda mais no litoral que venta bastante. De qualquer forma, sugiro olhar a previsão no site da Weather Channel. Abraços

  7. Carla, boa noite! Achei o máximo seu post, mas queria detalhes sobre custo médio por lá, pra fazer essa trip vocês tem ideia do quanto gastaram? Tipo de hospedagem que ficaram? Agradeço e aguardo seus comentários. Um abraço

    • Oi Carla, ficamos quase sempre em Guesthouses que seria mais ou menos as nossas pousadas. A diária estava entre 200 e 300 reais. Todas ótimas…tem o link pra reserva delas no post. Você TB pode ter uma boa noção consultando o site quantocustaviajar.com Abraços

  8. Carla, tudo bem?
    Estou com algumas dúvidas sobre o deslocamento pelas cidades acontecer parte de carro e parte de avião. Não preciso devolver o carro na cidade onde peguei? Pergunto porque, por exemplo, se eu fizer a Garden Route saindo de Cape Town e indo até Port Elizabeth, pensei em voltar de avião para Joanesburgo porque só tenho 11 dias de viagem. Quero fazer um roteiro similar ao seu. Chegar em Joanesburgo, depois dúvida:
    1. Ir pro Safari e de lá para Port Elizabeth ou Cape Town.
    2. Ir de Joanesburgo para Cape Town, fazer a Garden Route e voltar de Port Elizabeth para o Safari.
    Help heheheh
    Obrigada.
    Abraço!!

    • Olá Maria, sim é possível pegar carro em uma cidade e devolver em outra. Por exemplo, pegamos carro em Joanesburgo e devolvemos em Nelspruit perto do Kruger e depois pegamos outro carro em Port Elizabeth e devolvemos no aeroporto de Cape Town. Há links no post da rentcars, comparador de preços que recomendamos e que vc não paga IOF. Nós saímos do safari, fomos pra Port Elizabeth pra fazer a Garden route e as vinícolas pra finalizar na bela Cape Town. Mesmo não ficando nenhum dia em Joanesburgo, vc vai ter que cortar mais alguma coisa pois ficamos 16 dias. Abraços e boa viagem

  9. Ola, Quanto em dinheiro pode se levar para a Africa numa viagem de 15 dias no mês de Março? compensa comprar dolar ou rand?

    • Oi Nívia, isso vai depender muito do tipo de viagem que você vai fazer ( econômica ou confortável, tipo de restaurante que irá frequentar). Mas independente disso, o melhor é você habilitar o cartão de crédito para saque no exterior. Lá na África do Sul é só sacar em um ATM na moeda local. De longe é a melhor opção pela comodidade e praticidade.

      Veja com seu banco as taxas que você irá para e para isso, mas vale a pena viu.

      Um abraço e boa viagem!

  10. Olá Carla, tínhamos pensado alugar um carro em Joanesburgo, ir ao parque Krüger, e depois descer de carro passando por Lesoto,e depois descer até Proto Elisabeth, será que vale a pena.

    • Oi, é o Erval pode ser? rsrs…pode ser uma boa se vc tiver um bom tempo pra não precisar correr. Não visitamos o Lesoto, então nem posso opinar mas se vc pesquisou e curtiu…e tiver tempo vai em frente! Abraços.

  11. Oi Carla , seu post sobre a Africa do Sul é excelente! Completo, prático, objetivo, adorei. Vai me ajudar muito!
    Meu esposo e eu costumamos sempre alugar carro e fazer nossos roteiros dirigindo. Já fizemos isso em muitos países.
    Mas na Africa do Sul estamos com receio de alugar carro devido a mão inglesa….
    Temos receio de errar em um momento que exija uma resposta rápida.
    Como poderiamos fazer esse roteiro sem carro?
    Onibus, trem, vc acha muito ruim?
    Tem alguma ideia a respeito?
    Agradeço muito se puder me responder. Abraços

    • Célia…se vcs já estão acostumados alugar carro não perca essa oportunidade por causa da mão inglesa ..a experiência é outra, há lindas paisagens pela estrada. A dica é alugar um carro automático e ter um bom copiloto no primeiro dia. Foi o que fizemos e depois é tranquilo…acredite! Boa viagem.

  12. Boa noite, meu Deus estou a confusa kkkk, estava vendo de ir com marido e filhos 25 e 27 anos saindo de São Paulo e indo pra Joanesburgo, ficando no hotel esses 11 dias, pelo que vi a viagem não é assim tenho que ficar em varios hotéis e pegar outros voos para aproveitar os 11 dias, desculpa mas se vcs pudessem me ajudar ficaria grata. Obrigada Vânia

    • Vânia, não entendi muito bem qual ajuda precisa Mas se vc tem poucos dias e não quer fazer muitos deslocamentos sugiro escolher Cape Town que é fantástico e um safári que pode ser uma reserva particular perto de Joanesburgo pra vcs terem o gostinho pois todos os vôos passam por lá. Abraços.

  13. Carla Camila estamos planejando 20 dias entre africa do sul e ilhas mauricio em julho de 2019. Vamos eu marido e nosso 2 filhos (13 e 9 anos). Os meninos são porretas e ja nos acompanharam em várias aventuras como atacama, por exemplo. Q roteiro vc sugere? Obrigada pela atenção.

    • Oi Priscila. Ilhas Maurício não posso opinar mas África do Sul certeza que vão gostar. Se os seus filhos têm esse espírito aventureiro certeza que vão gostar muito do Safári no Kruger (deixaria de 3 a 4 noites por lá).

      A região dos vinhos não sei se seria interessante para vocês. Joanesburgo é bacana, ainda mais para conhecerem um pouco de história, mas para o perfil da sua viagem, não é essencial.

      Já Cape Town é essencial no roteiro, tem muita coisa boa e interessante para adultos e crianças/adolescentes como a praia dos pinguins, o cabo da boa esperança e até mesmo a própria cidade. A Garden Route também é uma boa porque tem praias, observação de baleias e esportes ao longo dela e é um caminho bem bonito.

      Espero ter ajudado.

      Um abraço é boa viagem pra família!

  14. Olá Carla!
    Parabéns pela forma que descreve e dá dicas sobre a África, muito esclarecedor.
    Meu marido e eu vamos com nossos filhos de 25 e 22 anos para Joanesburgo em dezembro. São 22 dias, meus filhos querem fazer Safari e conhecer Cap Town.O tempo de voo é muito menor que de ônibus, mas acredito que esse último nos possibilita “conhecer” um pouco mais da região.Qual a melhor opção na sua opinião ?Desde já agradeço.

  15. PATRICIA SILVEIRA

    Carla tudo bem?
    estou indo dia 05/12 para joanesburgo (ida e volta de são Paulo) gostaria de montar um roteiro legal, estou com dois filho 13 e 8 anos, pode me dar dicas de hotéis e roteiro?

  16. Oi carla! Terei apenas 10 dias na africa do sul, chego e saio por johanes. Quero muito ir ao kruger e cape town. Vc acha melhor qual ordem? Pensei em ir direto pra cape (pegar um voo em joahnes assim que chegar), depois krueger e depois joahnes. O que acha? Pensei 6 dias cape, 2 kruger e 2 johanes. Daria pra ir em alguma vinicola bate e volta de cape town?
    Desculpa muitas perguntas!

    • Oi Tati! A ordem não importa não. Como dica vc pode ver a passagem, qual sai mais barata entre Joanesburgo, Cape Town e Kruger e comprar com base nisso.
      Sobre o roteiro pela África do Sul lembre que perderá tempo também nos deslocamentos. Vinícolas você pode tentar fazer bate e volta de Cape Town. Cansativo, mas se fizer questão é possível sim.

  17. ADRIANA RAME DE MELO

    boa noite carla , estou indo com mi9inha esposa e minha filha para pot elizabeth chegando dia 26 de agosto e voltando dia 10/09 de cape town gostaria de sua sugestao de passeios ,desde ja agradeço

    • Olá Adriana! Em Port Elizabeth você não pode perder a The Donkin Reserve, com várias esculturas representativas e uma linda vista da cidade. Outro ponto para passear é no complexo The Boardwalk Casino & Entertainment. Não entendi muito bem o seu roteiro, se estará só de avião ou irá passar pela Garden Route.

      Em Cape Town os passeios imperdíveis são Table Mountain, passear pela Victoria & Alfred Waterfront, visitar a Robben Island (antiga prisão onde Mandela ficou por muitos anos, hoje se tornou um parque preservado) e ir até o Cape Point Nature Reserve, passando pelo cabo da boa esperança e praia dos pinguins.

      Um abraço para você e boa viagem!

  18. PRISCILLA MARIA DE FATIMA DE A

    Bom dia Carla!
    Se eu for seguir esse roteiro seu. Digo incluindo todos os lugares que mencionou , saindo do Rio qual seria a sua condição com relação ao vôo . Para aonde vc indicaria ir w da onde voltar ? Ficarei muito grata c seu retorno ! Bjsss

    • Oi Priscilla tudo bem? Nós fomos de avião até Joanesburgo. Lá alugamos um carro até o Kruger Parque. De lá, voamos até Port Elizabeth, onde alugamos um carro e percorremos a Garden Route, passando também pela região vinícola da África do Sul até Cape Town. Deixamos o carro em Cape Town e retornamos de avião para o Brasil.

      Veja se respondi sua pergunta. Qualquer dúvida me fale 🙂

      Bjs e boa viagem pra você!

  19. Boa tarde, Carla!

    Gostaria de saber como você foi de Joanesburgo para Capetown.

    Obrigada!

    • Oi Camila! Fomos de carro até o Kruger Park e depois pegamos um avião para a região da Garden Route. Alugamos um carro lá e chegamos em Cape Town. Vc pode fazer o trajeto só de avião também, mas os lugares são lindos, vale a pena outros meios de transporte para poder aproveitá-los.

      Um abraço e boa viagem!

  20. Olá Carla, estou planejando minha lua de mel na Africa do Sul, teremos aproximadamente 10 dias em solo africano, então pensei em fazer Kruger e Cape Town (o foco é fazer uma viagem calma e relaxante). Você acha que seria melhor pegar um vôo para Joanesburgo, de lá partir direto à região do Kruger, passar umas 3 noites lá (como você fez), e depois descer pra Cape Town, até o fim da viagem, ou o inverso (iniciar em Cape e partir pro Kruger, voltando ao BR por Joanesburgo)?

    • Oi Victor! Primeiro parabéns pelo casamento!! Vocês escolheram um destino fantástico para a lua de mel! Então a ordem aqui não faz diferença não viu. Escolhemos iniciar em Joanesburgo e terminar em Cape Town pelas condições dos voos que saíram mais baratas, mas o inverso também pode ser.

      Como vocês só tem 10 dias e estarão em Lua de Mel, se quiser ainda mais tranquilidade pode optar por fazer só Garden Route, regiões vinícolas e Cape Town tornando a viagem mais slow.

      Um abraço e boa viagem para vocês!

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui