O que fazer em Tel Aviv, em Israel: Roteiro Completo

O que fazer em Tel Aviv
Descubra o que fazer em Tel Aviv

Lembro que quando estava trabalhando em uma associação financeira, muitos eventos de negócios eram promovidos em Tel Aviv. Na época, não tinha muito conhecimento da cidade até visitá-la. É um grande centro de negócios, com muitas startups surgindo no local. Além disso, Tel Aviv é a segunda maior cidade de Israel e vai te surpreender. Neste artigo, você vai descobrir o que fazer em Tel Aviv. Quando ir, passeios imperdíveis, onde ficar, um roteiro personalizado e onde curtir a vibrante vida noturna israelense.

A maior parte dos turistas visita Israel para ir a Jerusalém. Entretanto, se você se aventurar a descobrir mais Tel Aviv, nós garantimos que você vai cair de amores pela cidade. É aquele tipo de destino onde é impossível cair no tédio.

Quando ir a Tel Aviv

As temperaturas médias em Tel Aviv variam muito. Considerando a umidade, a temperatura é agradável a maior parte do ano. Apesar do verão ser a estação mais escolhida, na nossa opinião é melhor optar por uma data durante o outono ou na primavera. Isto é, entre setembro e novembro ou março e abril.

Tenha em mente ainda, que visitar a cidade durante o inverno – entre dezembro e fevereiro – não é de todo uma loucura. Pelo contrário, as temperaturas não baixam tanto como em destinos da Europa: mínimas marcam 12ºC e máximas 18ºC. É claro que, viajando nesse período, você vai mais passear na praia do que entrar no mar. Bem, se você for corajoso, pode tentar entrar nas águas frias. No entanto, não é só de praia que o turismo de Tel Aviv sobrevive. Você ainda terá muito o que fazer e ainda verá que os preços das acomodações estarão muito mais baixos.

Onde Ficar em Tel Aviv

O que mais agrada em Tel Aviv é que a cidade tem um pouco de tudo: praias, compras, arte, cultura, patrimônios, gastronomia rica e uma vida noturna super badalada. O tamanho da cidade oferece uma vantagem significativa, uma vez que os bairros são muito próximos uns dos outros. Dessa maneira, em uma caminhada de 10 minutos você estará praticamente em outra região.

Para uma primeira vez na cidade, indicamos o bairo de Neve Tzedek. Curiosamente, apesar de ser um dos bairros mais antigos de Tel Aviv, Neve Tzedek é também um dos mais modernos. O bairro conta com encantadores edifícios de estilo oriental e becos estreitos que irão fazer com que você se sinta em uma aldeia do mediterrâneo europeu. Por ser um dos bairros mais populares entre os turistas, é também um dos mais caros.

Outra alternativa, principalmente se você está em uma viagem mais econômica, é se hospedar em Florentin. O bairro também é considerado o bairro mais hipster de Tel Aviv, com galerias de arte, restaurantes veganos e estúdios de tatuagem. Florentin também costumava servir como parte industrial da cidade até 25 anos atrás, quando uma multidão mais jovem e criativa se mudou para a área.

O que fazer em Tel Aviv. Se hospede em Neve Tzedek ou em Florentin.
Jardim no bairro de Neve Tzedek. Foto: Flickr

Como circular em Tel Aviv

Se locomover em Tel Aviv pode parecer um pouco assustador no início, mas você verá que o sistemas de transporte público é fácil de ser utilizado. Além disso, o terreno da cidade é plano, então caminhar entre os bairro é conveniente. Mesmo assim, às vezes pegar um ônibus depois de visitar muitos pontos turisticos pode ser recompensador.

Os ônibus em Tel Aviv circulam com bastante frequência. As tarifas individuais custam 5,90 NIS (R$6,05) e são compradas com o motorista quando você embarcar. Você também pode comprar um passe diário Hofshni-Yomi. Este passe custa 14,70 NIS (R$15) e lhe dá direito a viagens ilimitadas nas rotas do Dan Bus, depois das 9h. Ainda, se você planeja ficar em Tel Aviv por mais tempo, pode adquirir o cartão Rav Kav (10 NIS – R$10,25). O cartão pode ser carregado quantas vezes você quiser.

Os ônibus mais importantes são os números 4 e 5. O número 4 vai da estação central de ônibus ao longo da rua central paralela à praia. Já o número 5 passa pelo centro da cidade e vai até a estação central de trem de Savidor.

Além disso, se você gosta de andar de bicicleta pode tentar ainda o sistema Tel-O-Fun. Trata-se de um sistema público de aluguel de bicicletas que conta com uma frota de mais de 2000 bikes espalhadas pela cidade. Por uma hora de uso, você irá desembolsar 6NIS (R$6,15).

O que fazer em Tel Aviv? Aprenda como circular pela cidade

Vida Noturna em Tel Aviv

Com toda certeza, o título de “a cidade que não para”, empregado a Tel Aviv, tem boas razões. Entre elas, a pujante vida noturna que inclui de tudo, desde bares mais intimistas a mega casas noturnas. A fama da vida noturna em Tel Aviv se alastrou por toda Europa e hoje essa cidade de Israel é um dos destinos mais vibrantes para quem gosta de curtir a noite.

A principal diferença entre a vida noturna de Tel Aviv e de muitas cidades ocidentais é a hora que as pessoas saem para aproveitar o período. Em Tel Aviv, a maior parte das pessoas não sai de casa antes das 22:00 e alguns clubes só costumam encher às 02:00. Sem dúvida, se você gosta de música eletrônica não pode deixar de ir ao The Breakfast Club. Já se você gosta de lugares mais alternativos, nossa sugestão é que você vá a The Block.

O que fazer em Tel Aviv: roteiro de 4 dias em Tel Aviv

Certamente há muito o que fazer em Tel Aviv. O tempo ideal na cidade é de no mínimo 3 dias, sendo 4 dias a quantidade perfeita para aproveitar o máximo da chamada “cidade branca”.

DIA 1

Viva uma experiência sensorial no Carmel Market

Comece o seu roteiro pelo Carmel Market, que não é apenas outro mercado de produtos e roupas, é uma experiência sensorial. Inclusive, o local é conhecido por ser o coração de Tel Aviv. Apesar de ser um mercado, não se sinta obrigado a comprar. Em vez disso, passeie pelas bancas coloridas e absorva os cheiros e paisagens do local. Há de tudo no Carmel Market, desde temperos a frutas secas, peixes e até souvenirs. Também é um lugar interessante para fazer uma parada e tomar um café ou provar um pouco da comida de rua local. O mercado fica entre a esquina das ruas King George e Allenby e a Estação Rodoviária Carmelit. Ademais, vale lembrar que o mercado abre todos os dias das 7:00 às 19:00, exceto às sextas-feiras, quando termina uma hora antes do Shabat.

O que fazer em Tel Aviv. Viver uma experiência sensorial no Carmel Market

Relaxe em uma das praias de Tel Aviv

A faixa costeira de Tel Aviv tem 14 quilômetros de extensão, de Herzliya a Bat Yam, e é composta por 13 praias oficiais. Em cada praia, você encontrará vestiários e banheiros, salva-vidas, estação de resgate, cadeiras e espreguiçadeiras para alugar. Além disso, a infraestrutura das praias é tão boa que incluí cadeiras flutuantes especiais para pessoas com deficiencia.

Cerca de 20 minutos de caminhada a partir do Carmel Market está a Jerusalém Beach. É uma praia bem central e tem as águas calmas. Outras praias famosas incluem a Banana Beach e a Hilton Beach, está última é considerada uma das praias mais gay-friendly de Tel Aviv.

O que fazer em Tel Aviv: relaxar em uma das praias

Saboreie o melhor da culinária israelense

Depois de ativar seus sentidos no Carmel Market e ter relaxado na Jerúsalém Beach, você certamente estará com fome. Com toda certeza, a melhor solução para isso é saborear a culinária local. Uma boa pedida é se deliciar com o Banin Falafel. A região da Jerusalém Beach é cheia de bares e restaurantes. Dependendo da hora, recomendamos que você faça sua refeição em um dos bares no terraço de algum prédio. Isto porque além da comida saborosa, você poderá apreciar o pôr-do-sol. Nossa dica é o Esperanto! Na parte da noite, se você for amante da vida noturna, pode encerrar o dia em um dos clubes que mencionamos.

O que fazer em Tel Aviv. Saborear um faláfel,

DIA 2

Aprenda mais sobre a arquitetura Bauhaus

Mencionamos no início desse roteiro que Tel Aviv é conhecida como a “cidade branca”. Mas você sabe por quê? Sobretudo, a Unesco empregou este título a Tel Aviv por conta da quantidade de edifícios brancos da Bauhaus. A Bauhaus foi uma escola de artes plásticas na Alemanha, fundada nos anos 20. Não é à toa que às vezes olhamos para Tel Aviv e nos recordamos de Berlim. Para se ter uma ideia, Tel Aviv detém a maior concentração de edifícios da Bauhaus em qualquer parte do mundo. O ideal é que você faça tour guiado para entender um pouco mais desta arquitetura singular. O tour é feito pela Bauhaus Center e não é dos mais baratos. O passeio custa 80 NIS, mais ou menos 80 reais por pessoa.

O que fazer em Tel Aviv? Descobrir a arquitetura bauhaus

Explore a arte de rua da cidade

Diríamos que Tel Aviv é um museu de arte moderna a céu aberto. Entre as atividades que você deve colocar na lista sobre o que fazer em Tel Aviv está explorar a cena do grafite local. Certamente, o movimento serve de expressão única da localização geográfica da cidade, peculiaridades culturais e movimentos políticos. Você pode tentar explorar alguns paineis por conta própria enquanto desbrava o bairro Florentin. Além disso, se você quiser seguir um roteiro mais guiado, pode ainda contratar um tour. Existem diversas agências que operam o circuito, entre elas a Tourist Israel, que cobra 18USD por 2h horas de tour.

O que fazer em Tel Aviv. desbravar paineis de street art
Muro pintado com grafite em Florentin. Foto: Flickr

Faça uma pausa para um lanche no Sarona Market

Depois de ter participado de dois tours, com certeza a fome bateu. Nesse sentido, siga para o Sarona Market, novo polo gastronômico de Tel Aviv, aberto em 2015. O mercado possui 91 lojas, barracas e restaurantes que oferecem comida típica local e internacional. Uma vez no Sarona, você não pode deixar de experimentar o Xauarma, um sanduíche local feito com legumes, carne e assado no espeto.

O que fazer em Tel Aviv. Passear pelo Sarona Market
Corredores do Sarona Market. Foto: Flickr

Mais arte no Tel Aviv Art Museum

Para fechar o dia, nada melhor que testar seus conhecimentos sobre a arquitetura Bauhaus visitando o Tel Aviv Art Museum. Do lado de fora, o museu é um exemplo perfeito e moderno desta escola de design. Por outro lado, em seu interior você encontrará alguns dos mais destacados exemplos da cena artística contemporânea de Israel. Lá também é possível conferir artistas de fama internacional, como Van Gogh, Monet e Picasso. O valor da entrada custa 50 NIS (R$50,25).

O que fazer em Tel Aviv.

DIA 3

Passe um dia na antiga cidade de Jaffa

No terceiro dia, acorde cedo e siga em direção a Jaffa. Esse passeio é muito legal quando feito de bicicleta pela orla de Tel Aviv. Afinal, são apenas 2.5km que dividem as cidades. Jaffa é uma antiga cidade portuária com restos de acrópole preservados e arquitetura de pedra bem conservada. Hoje, as antigas casas dão espaço a restaurantes e boutiques artesanais. O mercado de pulgas é a principal atração da cidade, mas só passear pelas ruas já é um passeio e tanto.

O que fazer em tel aviv. Visitar Jafa

Experimente o que é considerado o melhor hummus de Israel

É praticamente impossível visitar Israel e não provar o Hummus, aquela pasta de grão de bico de sabor exótivo e delicioso. Não pense duas vezes na hora de escolher onde comer a iguaria, vá ao Abu Hassan. Com duas filiais em Jaffa, a mais famosa logo acima do porto, este restaurante não é só o mais famoso de Tel Aviv, mas também o de Israel. O Hummus Masabcha, que tem um sabor ligeiramente picante, é particularmente popular.

O que fazer em Tel Aviv. Experimentar Hummus

DIA 4

Veja o sol nascer em Masada

Para fechar a viagem com chave de ouro, não há nada melhor do que ver o nascer do sol em Masada. Com toda certeza, esse espetáculo da natureza é uma atração a parte. Situado acima do Mar Morto, Masada é uma fortaleza construída em uma montanha. Além disso, o local também é Patrimônio Mundial da UNESCO e um sítio arqueológico incrível.

No entanto, tenha em mente que para assistir o sol nascendo você terá que madrugar. Porém, não pense que você é louco e que as pessoas não fazem isso. Pelo contrário, é um dos passeios mais pedidos por quem visita Tel Aviv. A Tourist Israel é uma das empresas que opera o roteiro. Ainda, você pode combinar a viagem com uma visita ao Mar Morto. O valor pode ser um pouco salgado, são cerca de 108 dólares, mas é uma ótima maneira de encerrar sua viagem por Tel Aviv.

O que fazer em Tel Aviv
Nascer do sol do alto da fortaleza de Masada. Foto: Flickr

Fique sabendo: você pode acabar visitando a cidade em um dia de Shabat, o dia de descanso judaico que começa todas as sextas-feiras até o sábado à noite. Durante o Shabat, o transporte público não funciona, muitos restaurantes e lojas fecham e as estradas são visivelmente mais silenciosas.

Neste artigo você pôde desvendar o que fazer em Tel Aviv. Não é pouca coisa, não é? Esperamos que você aproveite esse roteiro personalizado para seguir na sua próxima viagem.

SEM COMENTÁRIOS

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui