Motor Home nos Estados Unidos: Roteiro de Viagem e Dicas

Motor-Home-Estados-Unidos-Roteiro-Dicas

Na minha adolescência eu sonhava em conhecer Brasília e o Brasil a bordo de um Motor Home. O tempo passou, os sonhos se adaptaram e em Brasília cheguei de avião e morei numa quitinete de tamanho menor que muito Motor Home ou trailer.

Sempre gostei muito de dirigir e já cruzei de carro o Brasil várias vezes. A viagem para a costa oeste americana já estava sendo programada de carro, quando num almoço encontrei um amigo, também viajante, que me perguntou: Por que vocês não vão de Motor Home? Imediatamente reacendeu meu sonho de adolescente, minha esposa topou de imediato e programamos a viagem com os pontos a conhecer, sem se preocupar muito com onde pararíamos no final do dia.

Viajei 4.285 Km com minha esposa pela Costa Oeste americana a bordo de um Motor Home para 3 pessoas de 19 pés (5,8 m), ou RV para os americanos.  RV é um acrônimo em inglês para o termo Recreational Vehicle.

A viagem foi excelente, passando por lugares incríveis como Grand Canyon, Las Vegas, Rota 66, Vale da Morte, Parque das Sequoias, Yosemite, San Francisco, Highway 1, Carmel, Monterey, Solvang, Santa Monica e Los Angeles. O que mais me impressionou foi o desejo expressado pelos colegas com os quais comentei esta viagem de também viajar de Motor Home. Todos querendo saber como é, segurança, requisitos, roteiro e principalmente, como tive coragem.

Dicas para uma Viagem Tranquila de Motor Home

Para os que também sonham em viajar num Motor Home, algumas informações:

  • O Brasil ainda não tem estrutura para atendimento, são poucas empresas e pontos de apoio. Nos EUA é algo normal e fácil.
  • A carteira para dirigir um RV nos EUA é a nossa B. A Internacional não é necessária.
  • O aluguel é por dia, mais um adicional por milha rodada. O aluguel do C19 por 15 dias ficou em U$ 600 mais U$ 0,33 por milha rodada. Outros modelos maiores são um pouco mais caros. O C25 custaria U$ 665 para o mesmo período.
  • Os tamanhos, disposição e conteúdo dos diversos modelos podem ser consultados no site da Cruise America.
  • Os custos finais, com aluguel, gasolina, estacionamento e gás somaram cerca de R$ 600,00 por dia.
  • O RV não é um hotel, mas é bem confortável e dá autonomia, por possuir cama, geladeira, banheiro com chuveiro quente, fogão, pia, mesa e armários.
  • Não dá para fazer atividades solto (como cozinhar) dentro do RV enquanto outro dirige. Como em qualquer carro, tem de estar de cinto. Mas, dá para arriscar pegar uma água na geladeira.
  • interior-motor-home-estados-unidos
  • Tem aquecimento e ar condicionado, para manter a temperatura ideal na casa. O termostato garante a temperatura ambiente até nas noites mais frias.
  • Todo ponto turístico americano tem RV Parking no local ou bem próximo.  Alguns são só vaga de estacionamento, outros oferecem estrutura de água, luz e esgoto.
  • Não é recomendável parar o RV em qualquer ponto na rua para pernoite. Melhor procurar um RV Parking ou um Walmart que permita o “overnight”.
  • Alguns pontos turísticos não permitem RV com mais de 20 pés de comprimento. Por isso verifique antes onde pode ir.
  • No Centro das cidades maiores é complicado estacionar nas ruas mais movimentadas, pelo tamanho.
  • A internet no celular, mesmo com chip americano, não funciona nas áreas mais remotas. Por isso, baixe os mapas off-line do Google Maps no celular dos locais onde vai passar.
  • Existe APP para auxílio na viagem, informando os pontos de estacionamento, postos de combustíveis e oficinas. Usamos o da locatária Cruise America.
  • Na frente são dois lugares. Se forem mais pessoas, vão viajar na “casa”, sentados e presos por cinto, com o visual das janelas laterais.
  • Muitos RV Parking fecham cedo. Alguns às 16 h. Programe de chegar cedo e aproveitar o local.
  • O RV não tem macaco hidráulico para troca e pneus. Se furar você deve chamar a assistência da empresa ou achar um emprestado.
  • Existem empresas no Brasil que intermediam o aluguel nos EUA. Sai até mais barato do que reservar direto pelo site americano.
  •  Reservamos o Motor Home da Cruise America via empresa Apex Travel de São Paulo (11 37223000. Em Cotação realizada no site da Cruise America  o valor estava maior que via Apex e aqui podemos pagar somente a  entrada a vista e o saldo em 4 vezes no cartão de crédito. O ideal é locar de uma empresa que ofereça suporte em caso de incidentes nos locais que for passar. A Cruise America é a maior e oferece isso.
  • As estradas americanas são um espetáculo e o respeito no trânsito é elogiável. Em 4.285 Km não tomei nenhuma fechada, só uma ultrapassagem em local proibido e só uns 10 buracos pelo caminho. Apenas 1 pedágio de 4 dólares e nenhuma lombada.

Roteiro de Viagem de Motor Home pelos Estados Unidos

Demorou para realizar o sonho de viajar num Motor Home, mas se também é o seu, faça seu roteiro, malas e boa viagem.

1dia-Motor-home-estados-unidos-los-angeles

1º dia – Los Angeles – Kingman

330 Milhas – 7 h – Parada no Outlet Ontario Mills para compras. O caminho é no meio do deserto de Mojave, com paisagens muito diferentes das que conhecemos. Em Kingman, parada para dormir no Walmart Supercenter, onde já estavam diversos Motor Home estacionados para pernoite.

2º dia – Kingman – Grand Caniôn

2dia-motor-home-estados-unidos-kingsman
2dia-motor-home-estados-unidos-gran-canyon

180 milhas – 3 h –  Compras no Walmart e depois caminho para Grand Canion. Entrada US$ 30. Visitação ao South Rim na parte da tarde. O melhor horário para visitar é por volta do meio-dia, pela ausência de sobras no vale.

RV Parking custa U$ 18 dentro do parque, adquirido na portaria. Não possui ligações de água,luz e esgoto. Apenas banheiro frio no estacionamento e lavanderia e banheiro quente na entrada, com pagamento a parte.

motor-home-estados-unidos-gran-canion

No Grand Canion South Rim existe ônibus grátis saindo do Centro de Visitantes que roda pelo Parque, parando em diversos Pontos. Você pode caminhar pela borda por 5 Km desde o Mather Point perto do Centro de Visitantes até o Grand Village. Aí, se você quiser, pode pegar a Bright Algel Trail e descer de mula ou caminhando até o Rio Colorado ou faça pelo menos uns 500 m da trilha.

motor-home-estados-unidos-gran-canion2

3º dia – Grand Caniôn – Las Vegas

350 Milhas – 8 h

Visita pela manhã ao Desert View, 45 milhas ida e volta, com vista do Grand Canion e parada em diversos pontos de observação, todos com local para parada de RV.

3dia-motor-home-desertview

Depois, seguimos para Las Vegas. Em Seligman entramos na histórica Rota 66, por 85 milhas até Kigman. Em Seligman há diversas lojinhas com a temática da Rota 66. A 66 até Kingman é uma pista de mão dupla pelo deserto de Mojave, sem grandes atrações a não ser a vista do deserto.

3dia-motor-home-route

Em Kingman compras no Walmart e Ross e sequencia até represa Hoover Dam.

3dia-motor-home-hoverdam

A Represa Hoover (Hoover Dam) é famosa pelo seu formato quase vertical e por ter aparecido em diversos filmes, como Superman (1978), Na Natureza Selvagem (2007), Transformers (2007), Terremoto: A Falha de San Andreas (2015), entre outros. Tem 221,4m de altura; 379,2m de largura; 200m de espessura na base e 14m no topo.

A entrada no complexo é grátis, mas o Motor Home passa por uma revista de segurança interna antes. Há a possibilidade de ir caminhando até a ponte Mike OCallaghan-Pat Tillman Memorial Bridge e visualizar a represa e vice-versa. A ponte é a sétima mais alta do mundo, com 270 m até o rio Colorado e fica cerca de 500 m a frente da represa.

3dia-motor-home-ponte

 

 

4º dia – Las Vegas

Em Las Vegas o melhor é estacionar o Motor Home perto do Centro e andar de Uber. Estacionar nos pontos movimentados não é fácil e são tantas luzes que é melhor ir admirar andando.

Main Street Station é um hotel Cassino que tem um RV Parking com conexão de água, luz e esgoto por 21 dólares e está localizado bem próximo à rua Fremont, com extensão de 5 quarteirões e totalmente coberta por uma abóbada com 12 milhões de lâmpadas led e 220 alto-falantes, que exibem diversas imagens. A rua Fremont é o antigo Centro de Las vegas e por lá estão os primeiros e mais antigos hotéis cassinos da cidade. Caminhando por ela você encontrará, além dos velhos cassinos, diversos shows de bandas e artistas em busca de sucesso.

4dia-motor-home-las-vegas

Pegue um Uber e vá até o Cassino Mandalay Bay na Las Vegas Boulveard, a Strip de Las Vegas. Esta é a avenida famosa da cidade onde estão os hotéis e cassinos mais glamorosos e temáticos de Las Vegas. Caminhe admirando os cassinos e as luzes e entre neles para conhecer. Não deixe de assistir ao show das águas do Hotel Bellagio.

4dia-motor-home-las-vegas2

Escolha um hotel ao seu gosto e hospede-se ao menos uma noite em um deles. Outra atração é ir para o Cassino Stratosphere, maior prédio de Nevada com 350 m, com um mirante que fica a 280 m de altura e proporciona uma vista em 360° da cidade, custando U$ 20,00.  Para os mais aventureiros possui carrossel, montanha russa e bungee jumping no topo. É um dos hotéis mais baratos, com diária por U$ 68,00

Dependendo de onde estiver parado, escolha o Outlet Premium Sul ou Norte para suas compras.

5º dia – Las Vegas – Vale da Morte

130 Milhas – 3 h

O Death Valley, ou Vale da Morte, é o mais quente deserto americano. Fica a 130 milhas de Las Vegas e seu ponto Central é Furnace Creek, uma pequena vila a 60 m abaixo do nível do mar, com alguns RV Parking. O melhor é o Furnace Creek Campground que fica próximo ao Centro de Visitantes e custa dólares por dia. No Centro de visitantes há água grátis para evitar a desidratação e uma loja com uma maquete que mostra todo o imenso vale e a localização dos pontos turísticos.

Vindo de Las Vegas as atrações começam a aparecer no caminho antes de chegar a Furnace Creek.   Logo após a placa de entrada há uma máquina para adquiri o ingresso, onde você insere o cartão e paga os 25 dólares por veículo para visitar o parque, afixando o comprovante no para-brisas.

Logo após a cabine de ingressos, entrando a direita temos o caminho para o Mirante Dantes View, de onde pode-se avistar o Badwater. Mas, veículos acima de 25 pés não são recomendados nesta estrada estreita.

De volta a estrada 190, um pouco a frente à esquerda está a entrada de mão única para uma pequena e estreita estrada de terra de 4 km, chamada Twenty Mules Team Canyon, onde você ver paisagem desérticas impressionantes.

5dia-motor-home-vale-da-morte1

Voltando a estrada, mais a frente chegamos ao Zambriski Point, outro mirante para observação das paisagens diferentes do Vale.

5dia-motor-home-vale-da-morte2

Próximo a Furnace Creek está a entrada para a estrada Badwater, asfaltada, que leva aos principais pontos turísticos do Vale. O ideal é ir até o ponto Turístico Badwater e ir voltando pelos outros pontos.

O Badwater fica a 28 km da 190 e é o ponto mais baixo da América, 86 m abaixo do nível do mar e é um terreno de sal que permite umas fotos em perspectiva. Do estacionamento você sai caminhando pelo sal por uns 2 km até chegar ao ponto mais baixo.

5dia-motor-home-vale-da-morte3

Voltando pela Badwater Road você terá a sua direita a entrada para uma estrada de terra trilha curta (1,6 km) por um canion até chegar a Natura Bridge, uma formação de pedra sobre o canion que lembra uma ponte.

Mais adiante, de volta a estrada, a direita você terá o Devils Golf Course, um terreno formado por grandes cristais de sal do deserto, por onde você deve andar com cuidado.

5dia-motor-home-vale-da-morte4

Mais à frente na Badwater Road há a entrada para uma estrada de terra de cerca de 15 km, mão única, permitida apenas para veículos menores que 25 pés, devido a ser estreita e cheia de curvas. A estrada passa por montanhas de terra colorida.

Adiante está trilha Golden Canion Trailhead de dificuldade média e uns 2 Km para a Red Cathedral, que leva ao alto de grandes formações, com paredões que lembram torres de igreja e para os mais dispostos, chega até o Zambriski Point.

Existem ainda outras atrações no Parque para quem for ficar mais dias, mas algumas são só acessíveis por veículo 4 x 4, como as pedras rolantes do Racetrack Playa.

Saindo de Furnace Creek em direção leste pela 190, depois de 37 km chegamos as dunas de areia de Mesquite Flat Sand Dunes.

6º dia – Vale da Morte – Parque da Sequóia

340 milhas – 8 horas

No caminho passamos pela Solar Star, a maior usina de geração de energia solar do mundo, próximo a Cameron. São 13 Km² de espelhos ao lado da Rodovia, seguidos por centenas de árvores de geradores eólicos.

Em Lemon Cove em meio as diversas plantações de laranja encontramos Bed & Breakfast. Uma banca na beira da estrada, sem atendente, onde você prova, escolhe as laranjas e deixa o dinheiro no local.

6dia-motor-home-parque-sequoia1

No Parque Nacional da Sequoia paga-se U$30,00 a entrada por veículo. O Campground está localizado antes da subida, mas nesta época do ano estava fechado. Então, estacionamos no Centro de Visitantes, que estava fechado. A estrada do Parque é um espetáculo, com lindas vistas e centenas de curvas.

6dia-motor-home-parque-sequoia2

7º dia – Parque da Sequóia – Yosemite

O Parque possui centenas de Sequoias enormes e a maior do mundo, a General Shermann, com 31 m de diâmetro e 84 m de altura.

7dia-motor-home-yosemite

Chegando em Yosemite, no mirante do Túnel você tem a primeira e maravilhosa vista do parque, com visão do El Captain, Half Done e Cachoeira Bridawell, além de todo o vale.

7dia-motor-home-yosemite2.jp3

A entrada no Parque custa U$ 30,00 por veículo e há diversos Campground para estacionar o seu MotorHome, mas não possuem conexão de água, luz e esgoto. O abastecimento de água e despejo pode ser efetuado na entrada do Upper Parking.

O parque conta com ônibus gratuitos que param nos principais pontos do Vale, onde o visitante pode descer, conhecer o local e pegar o próximo ônibus. Há as trilhas no vale e as que levam ao topo das montanhas. Dependendo do seu entusiasmo, programe 2 ou mais dias no parque. O Parque possui mercadinhos e lojas de souvenir, assim como estacionamentos nos principais pontos. Mas, com o ônibus circular, melhor deixar o Motor Home no estacionamento.

7dia-motor-home-yosemite2

Não deixe de conhecer a Cachoeira Yosemite, que com 734 m é a 4ª maior do mundo, A Cachoeira Bridawell, o Lago do Espelho e os diversos ângulos das montanhas.

7dia-motor-home-yosemite4

8º dia – Yosemite – San Francisco

200 milhas – 5 horas

O caminho para San Francisco passa pela CA-120, a estrada mais alta dos EUA. Aproveite as belas vistas. No caminho, a 50 milhas de San Francisco pelo 580, tem o San Francisco Premium Outlets. A PonteSan Francisco – Oakland Bay é a entrada em San Francisco e tem cobrança de pedágio de U$ 4,00.

9º dia – San Francisco

Em San Francisco o estacionamento em RV Parking é bem mais caro que em outros locais. O Treasure Island custa U$ 70. Tem outros, como o Candlestick RV Park que chega a custar até 110 dólares a diaria. Dependendo da sua vontade, compensa pegar um hotel barato, na faixa de U$ 100 próximo a Golden Gate com estacionamento e ir de Uber para os pontos mais próximos, já que estacionar é difícil ou tem um parquímetro de cobrança automática por moedas ou cartão.

A Golden Gate compensa ir conhecer de Motor Home e parar nos estacionamentos dos Mirantes nas cabeceiras.

9dia-motor-home-sanfrancisco1

O Pier 39 tem diversas lojinhas de souvenir e restaurantes. Ali você pode observar centenas de leões marinhos tomando banho de sol.

9dia-motor-home-sanfrancisco2

Tem a escada que ao pisar vira um piano e executa a música conforme seus passos. Também temos uma vista do famoso ex-presídio de Alcatraz. Do Pier partem diversas excursões turísticas para a ilha, com roteiros diversos.

A Lombard Street é famosa por ter um trecho sinuoso e íngreme. É um dos principais pontos turísticos da cidade. O Bondinho também é marca registrada da cidade.

9dia-motor-home-sanfrancisco3

Se precisar de um Walmart o melhor é ir no de Montain View, no Sul. Pode esticar uma visita até a sede do Google, You Tube e outras empresas de tecnologia, mas a entrada nela é restrita, limitando-se apenas a visão e circulação externa dos prédios.

A Coit Tower é uma torre de observação da cidade com 64 m de altura. Também a arquitetura das casas é algo peculiar. Caminhar pelas ruas nos revelam agradáveis surpresas nas casas geminadas.

10º dia – San Francisco – Monterey

120 milhas – 3 h.

Em Monterey existem alguns Campground, mas novamente aqui fica mais barato pegar um Motel e utilizar o estacionamento. Moteis como o Super 8 oferecem café da manhã, quarto e estacionamento por U$ 60

10dia-motor-home-monterrey1

Monterey é uma cidade colonizada por Mexicanos e sua principal atração é o Aquário, com entrada por 50 dólares. Também tem a 17 Miles Drive, estrada do condomínio fechado Pebble Beach onde se paga 10.25 dólares para entrar e conhecer os campos de golfe e as mais belas praias de Monterey. A rodovia acompanha o mar na direita e os campos de golfe na esquerda, com a presença de centenários ciprestes e belas paisagens. São diversas paradas ao longo da via com estacionamentos para conhecer os pontos turísticos, como Bird Rock, Spanish Bay, Lone Cypress. Cypress Point e outros.

10dia-motor-home-monterrey2

 

 

 

 

 

 

10dia-motor-home-monterrey3

11º dia – Monterey – Gorda

70 milhas – 2 h

Carmel é uma cidadezinha de 4.000 habitantes que parece ser parte de um conto de fadas devido a arquitetura única de suas casas. Ficou famosa por ter como prefeito em 1986 Clint Eastwood.

11dia-motor-home-gorda
11dia-motor-home-gorda2

Point Lobos é uma reserva ecológica situada logo após Carmel. A entrada  custa U$ 10 e possui trilhas para caminhada, algumas que acompanham a costa, de onde pode-se avistar alguns leões marinhos dormindo sobre as pedras. Muito cuidado com a vegetação nas trilhas, que possui uma planta que causa grande alergia. Também é área de mergulho submarino.

11dia-motor-home-gorda3

A Highway 1 é a estrada de mão dupla que acompanha a costa montanhosa do Pacífico. Ela já é um espetáculo sozinha e possui diversos mirantes para admiração da bela paisagem. As pontes também são uma atração à parte, como a Bixby  e a Big Creek.

11dia-motor-home-gorda4
11dia-motor-home-gorda5

A cachoeira McWay, localizada em um parque estadual chamado Julia Pfeiffer State Park, é uma pequena cachoeira que cai direto na areia da praia. Pode ser avistada do Mirante ou quem tiver mais tempo pode descer pela trilha até a praia. A cachoeira McWaylocalizada em um parque estadual chamado Julia Pfeiffer State Park.

11dia-motor-home-gorda6

Por causa de deslizamento a Big Sur está interrompida em Gorda. Em Gorda está o último posto de combustíveis da estrada e a gasolina custa quase U$ 7,00 o galão, praticamente o dobro do preço.

11dia-motor-home-gorda7

Retornando um pouco existem dois campground para parar. O Keer Creek Campground tem vista para o Pacífico, custa U$35 e não possui conexões de água, luz e esgoto.  Dele você pode ter uma excelente visão do Pôr do Sol no Pacífico. Antes tem o Plasket Creek, mas estava fechado nesta época.

11dia-motor-home-gorda8

12º dia – Gorda – Camarillo

340 Milhas – 6 horas

Logo em frente ao Keer Creek tem a estrada Nacimiento Road, que permite que você contorne o bloqueio e volte para a Highway 1 em Morro Bay. Esta estrada é íngreme, sinuosa e estreita, mas oferece belas paisagens. A outra opção é voltar até Monterey e vir pelo auto estrada, bem mais distante.

Morro Bay tem uma pequena Montanha na beira da praia, onde ao lado os surfistas aproveitam as ondas frias do Pacífico. Com sorte você conseguirá ver as Lontras marinhas na baía.

12dia-motor-home-camarrilo2

No caminho para Camarrilo temos Solvang, uma cidade que vale uma parada para conhecer o artesanato, comida, cultura e arquitetura de origem Dinamarquesa. Estacione o Motor Home e saia caminhando pelo centro da cidade. Há alguns museus, moinho de vento e até uma estátua da Pequena Sereia.

12dia-motor-home-camarrilo3

13º dia – Camarillo – Ventura

Evergreen RV Park U$ 50,00 ou pegue um Motel com estacionamento por uns U$ 75,00.

O Camarillo Outlets Premium fica na rodovia 101 e possui mais de 160 lojas de marcas famosas e embora a viagem fosse de turismo vale a pena uma parada para compras. Não esqueça de ir na Loja Simon Centro de Visitantes e pegar o cupom de descontos, que permite receber descontos extras em muitas lojas.

14º dia – Ventura – Santa Mônica

50 milhas – 2 horas

Volte para a Higway 1 em Point Magu e passe por Malibu e por outras praias. Em Santa Monica o ponto principal é o Píer de Santa Monica, que conta com diversos restaurantes e um parque de diversões. Encontre um estacionamento pago na cidade e vá caminhando até a praia.

Umas 10 milhas após Santa Monica temos na praia de Dockweiler o Dockweiler RV Park, que custa 45 dólares, fica à beira da areia e tem conexões de água, luz e esgoto.

15º dia – Santa Mônica – Los Angeles

Da praia até Beverly Hills são 15 milhas. Estacione na rua, próximo ao Beverly Gardens Park, pague o tempo no parquímetro e vá caminhando até a Rodeo Drive, a rua mais glamorosa de Beverly Hills. Descubra a rua de Beverly Hills onde mora seu ator preferido no Google e vá até o seu endereço, mas não espere ver muito das casas dos famosos além dos muros e árvores.

Ande mais 10 milhas até o parque Lake Hollywood e conheça o Observatório Griffith, ao lado do letreiro de Hollywood. Aproveite a vista do letreiro e vá conhecer o Observatório, que conta com diversas atrações gratuitas.  Se estiver com tempo, conheça o parque.

Do Observatório são 30 milhas até a Cruise América para devolução do Motor Home.

Em Hollywood o melhor é se hospedar próximo a Hollywood Boulevard, onde estão localizados algumas das principais atrações, como a Calçada da Fama, o Teatro Chinês, o Shopping Center Hollywood & Highland Center e o Dolby Teatro, onde é entregue anualmente o Oscar. No Shopping há um mirante onde pode-se avistar e fotografar o famoso letreiro de Hollywood. Há hotéis na região com diária iniciando em U$ 120.

A Universal Estúdios fica a poucos quilômetros da Calçada da Fama e pode-se ir até lá via Metrô pela linha vermelha. É um parque temático do famoso estúdio de cinemas com entrada por U$ 119,00, onde temos atrações relacionadas as suas produções, como Walking Dead, Retorno da Munia, Transformers, Jurassic Park, The Simpsons, Meu Malvado Favorito e outros. O melhor é o passeio de trenzinho pelos cenários de grandes sucessos do cinema, como Psicose, O Grinch, Tubarão, King Kong, A Guerra dos Mundos, Velozes e Furiosos e outros. Outras atrações merecem destaque, como os Animais Atores, Water World e Efeitos Especiais.

Sem título

Relato, texto e fotos do amigo Mengarda que viveu esse sonho junto com sua esposa Érica em uma super aventura nos Estados Unidos.

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá, aqui Luiz Vergani da Apex Travel. Achamos o blog muito interessante, assim como a viagem de motorhome alugado conosco. Ficamos felizes que tudo correu bem!
    Um abraço e sempre a disposição!

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui