Bento Gonçalves: Pontos Turísticos, Roteiro e Dicas

Bento_Goncalves_Pontos_Turisticos_Roteiro

A cidade de Bento Gonçalves é considerada a “Capital Brasileira do Vinho”, já que produz 60% dos vinhos do país. Há quem afirme que o melhor tinto é produzido por lá. Com um povo hospitaleiro e acolhedor,

A região acolhedora está localizada ao nordeste do Rio Grande do Sul, no alto da Serra Gaúcha. Também é detentora de grande parte do Vale dos Vinhedos, que é reconhecido como patrimônio histórico e cultural do Estado.

A bebida produzida na região é referência nacional e vem ganhando destaque no mundo, ao ver suas vinícolas receberem prêmios internacionais. As diversas feiras brasileiras e de outros países são eventos marcantes durantes todo o ano.

Bento, carinhosamente como é conhecida da cidade, recebe muitos viajantes que buscam locais com clima romântico. Além de quem gosta de estar em contato com a natureza e de praticantes de ecoturismo.

Neste post você vai descobrir:
  • História de Bento Gonçalves
  • Como chegar
  • Quando ir e como circular
  • Pontos turísticos e atrações em Bento Gonçalves
  • Onde comer em Bento Gonçalves
  • Onde ficar em Bento Gonçalves: 7 melhores opções de pousadas e hotéis
  • Roteiro Completo de 4 dias em Bento Gonçalves
  • Atendimento ao turista em Bento Gonçalves

Bento Gonçalves: Pontos Turísticos, Roteiro e Dicas

História de Bento Gonçalves

Fundada em 11 de outubro de 1890, a cidade foi colonizada principalmente pelos italianos. A escolha do local para colonização foi devido ao clima propício para cultivar a videira, plantação para cultivo da uva. Outro fator importante pela escolha da região, é pelo fato de ter ambiente parecido com o europeu.

Bento Gonçalves possui atualmente cerca de 115 mil habitantes e fica a 124km da capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. A região era conhecida anteriormente por Colônia Dona Isabel. O nome atual da cidade é uma homenagem ao General Bento Gonçalves da Silva, que foi chefe da Revolução Farroupilha ocorrida no Rio Grande do Sul em 1835.

Como chegar à Bento Gonçalves

Existem algumas formas de chegar em Bento Goncalves, sendo a principal pelo Aeroporto Regional de Caxias do Sul – Hugo Cantergiani que fica a 45 km. Se preferir, outra opção com mais voos e um pouco mais distante, por volta de 114km de distância, é pelo Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre

Após isso, é necessário realizar o restante do trajeto com um transfer ou carro alugado. Caso queira, pode optar em ir de ônibus. Seguindo da capital gaúcha, há ônibus direto para Bento Gonçalves com um valor aproximado de R$25,00. Já em Caxias do Sul, o valor da passagem de ônibus é por volta de R$7,00 e dura quase uma hora.

Há ainda o aeródromo de Bento Gonçalves que fica 3 km do centro da cidade. O local recebe apenas aeronaves de pequeno e médio porte, helicópteros e jatos particulares. Os voos entre a cidade e Porto Alegre são realizadas pela companhia Air Sul, somente as segundas e sextas-feiras.

Agora, caso prefira ir de carro, o trajeto de Porto Alegre até Bento Gonçalves é pela BR-116 até São Leopoldo. Em seguida, deverá seguir pela RS-122 até São Sebastião do Caí e pegar em direção a cidade de Garibaldi. Por fim, prosseguir na RS-470 até Bento Gonçalves. Partindo de Caxias do Sul, terá que seguir pela RS-453 e depois pela RS-470.

Quando ir e como circular

Bento Gonçalves é ótima escolha durante o ano inteiro, com diversas atrações. Quem busca acompanhar a colheita das uvas, conhecida como vindima, deve viajar para lá durante o verão, entre janeiro e março. É nesses meses que as vinícolas costumam ter programações especiais aos viajantes. Já para quem está querendo aproveitar um clima romântico que a região oferece, deve optar pelos meses do inverno.

A melhor forma de circular pela cidade é de carro, já que as principais atrações não ficam próximas ao centro. Porém, para quem está sem veículo, pode escolher por tour de van disponível por lá. Ainda é possível transitar de ônibus, mas os trajetos são longos e, às vezes, acaba não sendo confortável.

Pontos turísticos e atrações em Bento Gonçalves

Bento Goncalves promete passeios atrativos pelo centro da cidade, onde é possível conhecer um pouco sobre como o município está hoje em dia. Porém, suas rotas turísticas, como Caminhos de Pedra e Vale dos Vinhedos, fazem você partir para o interior da cidade exuberante.

Caminhos de Pedra

Para conhecer como viviam os primeiros moradores da cidade, é preciso fazer o roteiro Caminhos de Pedra. Uma via que passa pela área rural e que pode ver de perto as propriedades da época. É um contato direto com a cultura, gastronomia e arquitetura local. A região é conhecida como a “Toscana Brasileira”.

As casas receberam diversos nomes e recebem visitações, já que algumas possuem objetos e utensílios em exposição e também são comercializados produtos que são cultivados por lá. As propriedades receberam diversos nomes com temas diferentes, como: uvas e vinhos, doces, tomate, ovelhas, culinária, tecelagem, artesanato, erva-mate e massas. O trajeto é de 12 km. 

Vale dos Vinhedos

O Vale dos Vinhedos faz parte do patrimônio histórico e cultural do Estado do Rio Grande do Sul desde 29 de junho de 2012. É o roteiro turístico mais visitado da região e corresponde a uma área que fica entre as cidades de Bento Gonçalves, que detém 60% de todo o vale, Garibaldi e Monte Belo do Sul.

A região é conhecidas pelos vales e montanhas cobertos de parreiras. Por lá, o visitante pode visitar propriedades rurais, restaurantes, antiquários, entre outros. Porém, o que mais chama atenção é a beleza dos campos repletos de vinhedos, que deu nome ao local. A rota também passa pelas principais vinícolas, como a Vinícola Lídio Carraro, que é conhecida por ter sido a produtora do vinho da Copa do Mundo 2014 no Brasil. 

Vale do Rio das Antas

Outra rota turística com visual exuberante e que vale a pena ser conhecida é o Vale do Rio das Antas. A paisagem é contemplada com muito verde e pelo rio que dá nome ao vale. As águas que cercam a região formam uma espécie de ferradura ao redor das montanhas.

Cerca de 10 km de distância do centro de Bento Goncalves, é o local certo para encontrar bons vinhos, cachaças, massas e rapadura. O visitante pode se deparar ainda com produtos de artesanato e coloniais.

O vale ainda possui a Ponte Ernesto Dorneles, popularmente conhecida como Ponte do Rio das Antas. É uma das maiores pontes do mundo em arcos paralelos suspensos. São dois arcos paralelos com um vão livre de 186 metros de extensão. 

Maria Fumaça

Digno de passeios que faz nos lembram de filmes e novelas de época está o passeio turístico de trem a vapor Maria Fumaça. O percurso é de 23 km e a locomotiva atinge uma velocidade que varia entre 20 a 23 km por hora. O trajeto realizado parte de Bento Gonçalves até Carlos Barbosa, retornando até o ponto inicial. A duração média da atração é de 2 horas.

Todos os turistas, ao chegarem na estação da cidade para embarcar na Maria Fumaça, são recepcionados com degustação de vinhos. Durante todo o passeio acontecem atrações típicas italianas e gaúchas, que dão mais charme ainda ao caminho. Ao desembarcar na cidade de Carlos Barbosa, os passageiros são recepcionados com show de música italiana para uma grande confraternização.

Cooperativa Vinícola Aurora

A primeira vinícola da cidade que permitiu a visitação do público tem quase 90 anos de história. É a maior cooperativa vinícola do Brasil, com mais de 1.100 famílias associadas. Somente em 2015 recebeu mais de 150 mil visitantes. São produzidas anualmente 65 mil toneladas de uva que são exportadas mais de 20 países e também podem ser encontradas em todos os estados brasileiros.

É uma das maiores atrações dentro de Bento Goncalves. É possível adquirir os mais de 200 itens produzidos na loja dentro da vinícola. Aqui se trata de um passeio pela parte industrial, não há contato com parreiras ou plantações.

A procura é grande, já que é ofertado curso de Sommelier, profissional responsável pelas bebidas em restaurantes. Por isso, caso esteja viajando pela região e tenha interesse em fazer a visita, é preciso checar a disponibilidade. A cooperativa está aberta todos os dias. 

Museu do Imigrante

Assim como em outras cidades históricas que foram colonizadas, também possui o seu Museu do Imigrante. Fundado em 21 de maio de 1975, está instalado em uma antiga construção de 1913. O local já foi residência, estação de sericicultura, escola agrícola, departamento público, entre outros.

Andando pelos cômodos, são encontrados mais de 15 mil objetos, que contam a história e os costumes dos italianos. O ambiente recria a casa dos imigrantes da época, com objetos e arquitetura vindas da Europa. Ao todo são 8 seções temáticas, dentre elas sala de gaitas, sala de arte sacra, cozinha e quarto.

A visitação acontece de terça à sexta, das 8h às 11h30min e das 13h30min às 17h15min. Sábados e feriados das 9h às 17h e aos domingos das 9h às 12h. E o melhor: entrada gratuita. 

Parque Temático Epopéia Italiana

Viajar no tempo é parada obrigatória em Bento Gonçalves, os atuais moradores buscam sempre recontar a sua história e levar os visitantes em uma verdadeira viagem ao passado. O Parque Temático Epopéia Italiana traz a memória de um casal de imigrantes chamados Lazaro e Rosa, que foram um dos primeiros habitantes da cidade.

Há painéis que demonstram as vestimentas e os hábitos alimentares. Em mais de 2 mil metros quadrados com nove ambientes, são retratados a rotina vivida desde a Itália até o Brasil. O maior destaque é a encenação que traz ainda mais emoção, com diversos efeitos especiais. A visitação pode ser feita em apenas uma hora. 

Fundação Casa das Artes

Com mais de 4.000 m², a fundação foi a responsável pela política cultural do município até 2010, quando foi criada a Secretária da Cultura. O espaço é reservado para oficinas, exibição de filmes, eventos, teatro e outras expressões artísticas.

Possui um grande anfiteatro com capacidade para 450 pessoas, que podem acompanhar peças, música e danças. A sala de cinema tem 130 lugares, sendo reservada para exibição de filmes com alta qualidade de imagem e som. A Galeria de Artes é reservada para exposições artísticas.

A entrada é livre, exceto para as atrações especificas no cartaz. A visitação pode ser realizada diariamente, das 8h às 21h. É importante verificar a programação com antecedência durante os seus dias de estadia.

Igreja Matriz Cristo Rei

Com mais de 40 metros de altura, a Igreja Matriz Cristo Rei fica na praça Padre Rui Lorenzi. Inaugurada em 14 de novembro de 1954 é um dos pontos turísticos mais visitados. Com arquitetura em estilo gótico, possui em seu interior 3 altares.

É possível fazer visitações, mas com agendamento prévio. Horário de atendimento de segunda à sexta, das 13h30min às 18h. As missas são realizadas às 18h todas terças, quartas, quintas e sábados. Às sextas ocorre às 16h30min e aos domingos às 18h30min. 

Pórtico Pipa

Localizado na entrada da cidade, é um portal em formato de Pipa e recebe todos os viajantes. Está localizado na RS 470 e possui 17 metros de altura.

Monumento aos Imigrantes Italianos

Em comemoração aos 130 anos da cidade, em 2005, foi inaugurado o Monumento aos Imigrantes Italianos. Trata-se de uma homenagem ao esforço e ao trabalho dos colonizadores em construir a cidade de Bento Gonçalves.

A escultura está na Praça Achyles Mincarone, no Bairro de São Bento. É autoria do artista plástico Gustavo Nackle Neffa, sendo feita totalmente em bronze.

Onde comer em Bento Gonçalves 

Conforme pode perceber, a região mantém viva as tradições italianas. Por isso, a culinária também é outra raiz cultural fortemente presente na sociedade atual por lá. A gastronomia é o melhor da cozinha da Itália, com muita massa, sopas, embutidos e polentas.

Como também não poderia ser diferente, tudo é acompanhado com um bom vinho que faz parte da produção regional.

Osteria Della Colombina

Restaurante com ambiente familiar e animado, está localizado na Estrada do Sabor de Garibaldi, com entrada pelo Vale dos Vinhedos. É uma verdadeira residência e o que mais encanta os turistas é o grande jardim na entrada. Sopas, saladas, carnes e massas fazem parte do cardápio. Todos os clientes recebem um pão no formato de pomba ao terminarem a refeição para levar e saborear quando deixarem o local.

Está aberto somente aos finais de semanas e deve ser agendado. Outro ponto que pode parecer não muito favorável é a forma de pagamento, que somente pode ser feita em dinheiro. O valor de uma refeição completa, incluindo sobremesa, saí por volta de R$60,00.

Casa di Paolo

Aqui é servido o tradicional galeto, especialidade da Casa di Paolo. Os pratos começam a ser servidos pelas sopas, queijo frito, passando para polenta, galeto e finalizando com o sagu. Massas caseiras também podem ser experimentadas.

O restaurante é extremamente famoso na região e funciona como uma espécie de rodízio. O atendimento é diário, somente aos domingos o fechamento acontece às 15h. Durante a semana, você pode se deliciar até às 23h. O valor médio do rodizio é de R$ 68,00.

Confira outros restaurantes:

  • Caldeira
  • Pizzaria Entre Vinhos
  • Canta Maria
  • Giuseppe
  • Leopoldina
  • Dolce Gusto
  • Maria Valduga
  • Zaccaron
  • Casa das Massas
  • Casa Vanni
  • Nona Ludia
  • Casa Ângelo
  • Dom Pepe

Onde ficar em Bento Gonçalves: 7 melhores opções de pousadas e hotéis

Roteiro Completo de 4 dias em Bento Gonçalves

A cidade como você já deve ter percebido oferece muita beleza natural, culinária saborosa e o local ideal para os amantes de vinho. Há muito o que explorar na região, sendo no centro da cidade ou em suas rotas turísticas.

Confira abaixo um roteiro com passo a passo do que fazer na cidade:

Primeiro dia do roteiro em Bento Gonçalves

  • Para começar os passeios, nada melhor do que conhecer a própria cidade, aproveitando a arquitetura e passeando pelo centro da cidade.
  • Comece pela entrada da cidade admirando o cartão postal da cidade, o Pórtico Pipa.
  • Em seguida, siga até o centro da cidade, até a rua Marechal Deodoro, para conhecer o local em que abrigam os prédios mais antigos da cidade. Lá, encontra-se a sede da prefeitura e o chafariz La Fontana.
  • Outra opção para continuar aproveitando o primeiro dia é conhecer o Museu do Imigrante, seguindo pela rua Saldanha Marinho, passando pela rua General Góes Monteiro, até chegar na rua Henry Hugo Dreher.
  • Por fim, nas proximidades do Museu, poderá aproveitar os deliciosos pratos italianos no restaurante Dom Pepe regado a muita massa e

Segundo dia do roteiro em Bento Gonçalves

  • Reserve para conhecer o Vale dos Vinhedos, uma das rotas turísticas, você pode reservar um dia inteiro. O local oferece muitas opções de atrações. Para chegar até lá, basta seguir pela BR 470.
  • Começando pela Estrada do Vinho, visite a capela Nossa Senhora Pompeia, que fica bem próxima a entrada do vale.
  • Seguindo ainda pela Estrada do Vinho, há diversas vinícolas para visitação, como: Vinicola Torcello e a Vinícola Almanúncia.
  • Siga para a Via Trento, principal rota da região, e chegue até o coração do Vale dos Vinhedos. Por lá, é possível conhecer mais vinícolas, caso você seja um amante do vinho. Se preferir, poderá desfrutar de uma refeição em um ambiente no meio do vale no Restaurante Maria Vadulga.
  • Ainda na Via Trento, percorra até vinícola Miolo e tenha a possibilidade de degustar vinhos.
  • Bem em frente a vinícola está o SPA do Vinho, onde é possível receber tratamentos à base de vinhos. Uma boa pedida, não é mesmo?
  • Antes de retornar ao centro de Bento Goncalves, aproveite para passear nos parreirais das diversas vinícolas, em sua maioria, permitem a visitação.

Terceiro dia do roteiro em Bento Gonçalves

  • Comece o dia visitando o Parque Epopeia Italiana, um local para explorar a vida das colônias italianas.
  • Ainda pela rua Visconde de São Gabriel, siga em direção a Av. Osvaldo Aranha e conheça a Igreja Matriz Cristo Rei na Av. Dr. Antônio Casagrande, na altura do número 27.
  • Bem perto dali, na rua Duque de Caxias, que fica atrás da igreja, você poderá aproveitar o passeio de Trem Maria Fumaça. Lembre-se que no período da tarde o horário de embarque é às 14h.
  • Por fim, ao retornar ao centro da cidade, aproveite para conhecer algum dos restaurantes que estão na proximidade. Depois, é o momento de descansar e embarcar no último dia.

Quarto dia do Roteiro em Bento Gonçalves

  • Que tal finalizar conhecendo a “Toscana Brasileira“? O Caminho de Pedra pode até parecer um roteiro pequeno, por ser uma rota de 12 km, mas apresenta muitas surpresas. Dirija-se até a estrada Barracão para que comece o caminho com diversos pontos de observação.
  • Logo no início, na Casa dos Doces Pedrebom, deguste doces que são produzidos na região.
  • Percorrendo a estrada novamente, um pouco mais a frente, admire as esculturas a base de basalto, pedra bastante comum por lá. Para conhecer o Atelier João Bez Batti é preciso pagar uma taxa de R$2,00.
  • Continuando o caminho, está a Casa do Tomate onde são vendidos diversos produtos feitos a base do fruto que dá nome ao estabelecimento.
  • Ainda na estrada, estarão as outras casas que atraem muitos visitantes, como: Casa da Ovelha, Casa do Artesanato, Casa das Massas.
  • Depois de andar um pouco, faça uma pausa em um dos restaurantes. O Nona Ludia, também conhecido casa Bertarello, é uma boa pedida para almoçar em um local aconchegante.
  • Voltando à estrada, a próxima parada deve ser a Casa das Pequenas Frutas. Você vai experimentar doces feitos com figos, framboesas e amoras.
  • O caminho ainda tem a Casa da Tecelagem, Casa da Confecao, e Casa da Erva Mate, cada uma demonstrando o seu modo de produção artesanal.

Dica: O passei por Caminho de Pedra é uma estrada única, podendo ser feita de carro ou à pé. Normalmente, todas as casas funcionam entre às 9h e 17h.

Atendimento ao turista em Bento Gonçalves

Todas informações turísticas, como telefones, informações sobre reservas e confirmação de disponibilidade de atrações, podem ser consultadas nos Centros de Atendimento ao Turista (CAT), nos seguintes endereço:

CAT – Pipa Pórtico

Travessa Carazinho, s/n – Cidade Alta
Fica na entrada da cidade, ao lado do Pipa Pórtico
Telefone: (54) 3453-2555 / 0800 603 6060 

CAT – Via del Vino

Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 70 – Centro
Telefone: (54) 3453-6699

CAT – Caminhos de Pedra 

Estrada Barracão, nº 600 – Distrito de São Pedro
Telefone: (54) 3455-6333

CAT – Aprovale

Rua Dávila Sandrin, s/nº – Estrada do Vinho
Telefone: (54) 3451-9601

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui