6° dia -Treze Tílias

6°-dia-Treze-Tílias

Acordamos bem cedo e seguimos para Treze Tílias. Nos perdemos um pouco no caminho pois, como sempre, faltavam algumas placas de sinalização para uma melhor orientação dos viajantes.

 

Treze Tílias

Chegando em Treze Tílias, que maravilha! A cidade logo de cara se mostrou encantadora com suas casas em estilo alpino e muitas decorações em madeira, provavelmente inspirada pelos seus famosos escultores.

Fomos direto para a hospedagem, a casa da dona Maria Teresa, que infelizmente não estava mas deixou seu marido, Sr. Even, para nos recepcionar. Ficamos em uma espécie de casa da piscina, simplesmente fantástica. Estávamos até com medo de pisar no lugar de tão limpo, organizado e muito bem decorado.

A Sra. Maria Teresa é uma ótima artesã e por isso fez várias pinturas decorativas nas madeiras da casa. Um detalhe especial era a mesinha do centro onde parecia que havia uma toalhinha decorativa, mas que na verdade era apenas uma pintura perfeita da dona da casa.

A cidade é pequena, apenas 6 mil habitantes e aproveitando o final da tarde resolvemos conhecer diversos pontos turísticos de Treze Tílias como a igreja matriz, a praça central e a prefeitura. Resolvemos ir à um posto de saúde verificar uma tosse minha que não passava. O médico e todas as pessoas de lá foram muito atenciosos e constataram que eu estava apenas com uma pequena inflamação na garganta.

Ainda no mesmo dia seguimos para o centro de informações turísticas e pegamos mais informações e indicações, inclusive com a Sra. Dirlei, secretária de turismo da cidade que nos recepcionou muito bem dando diversas dicas do que ver e fazer em Treze Tílias. Para completar seguimos para o Parque dos Sonhos com seu belo verde e aproveitamos para comer um saboroso strudel com sorvete e chantily.

 

Prefeitura de Treze Tílias
Prefeitura de Treze Tílias

 

Ainda deu tempo de visitar o Parque do Imigrante e o Parque Lindemberg (particular – entrada R$ 5,00), sendo que os dois também valem a visita.

À noite fomos a uma bela pizzaria se deliciar com a pizza e o chopp produzido pela fábrica da região Bierbaum, deliciosos!

Esqueci de comentar que no almoço fomos no restaurante Gringo, muito boa comida, barato e em um ambiente agradável com decoração seguindo o estilo da cidade.

Nossa estadia foi curta mas sem dúvida tivemos a melhor das impressões da cidade. Nos sentimos em casa na hospedagem e todos os passeios e lugares visitados foram perfeitos. Sem dúvida Treze Tílias ficou entre as cidades mais lindas que visitamos nessa viagem. No próximo post contamos como foi nosso segundo dia em Treze Tílias.

Dúvidas? Sugestões? Opiniões? Deixe abaixo o seu comentário.

Leia os outros posts sobre nossa viagem ao sul do Brasil:

 

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui