Europa: Transporte – trem, avião, carro e ônibus

Europa-Transporte-trem-avião-carro-e-ônibus

TGV

Tão difícil quanto escolher os países e quantos dias ficar em cada lugar é escolher qual o melhor meio de transporte para se locomover entre as cidades/países da Europa. Existem muitas opções e a melhor dica é mesclar os transportes dependendo do tipo de viagem, do roteiro e das cidades escolhidas.

 

Europa transporte: trem, avião, carro e ônibus

 

Por muito tempo, quando se pensava em ir à Europa a primeira opção de transporte era o trem. Ele interliga diversos países, é regular quanto aos horários, confortável, rápido (alguns são de alta velocidade) e ainda você confere paisagens fantásticas.

Nos últimos anos, entretanto, com a chegada das companhias aéreas low cost, o trem ganhou um forte concorrente devido aos preços absurdamente baixos. Apesar de alguns probleminhas que você pode ter, a viagem área compensa muito nos trajetos de longa distância.

Confira abaixo as dicas e informações de cada meio de transporte. Vamos dos menos aos mais populares:

 

Ônibus

 

Ainda muito utilizado no Brasil, o ônibus não deixa de ser uma alternativa para a Europa. Apesar de não serem tão confortáveis quanto os nossos, os preços podem ser baixos como algumas empresas aéreas low cost, porém o tempo de viagem é um grande empecilho. Prefira esta opção para rotas onde os trens são muito caros ou você não encontrou nenhuma pechincha em uma companhia aérea low cost.

A Eurolines é uma empresa continental que abrange diversas companhias rodoviárias de toda a Europa. Vale cotar preços em www.eurolines.com.

 

Carro

 

Uma ótima alternativa para você que dispõe de tempo e quer sair dos trajetos tradicionais. Com essa opção você pode conhecer a fundo cidadezinhas históricas e ainda pode parar por um período maior em cada região para apreciar aquela paisagem sensacional.

Para alguns roteiros o carro é essencial como é o caso da rota romântica na Alemanha ou ainda passar por cidades no interior da Itália.

Já para cidades grandes, nem pense em alugar um carro. Você ganhará dor de cabeça, estresse e vários euros a menos. Nestas cidades, prefira sempre o transporte público.

Na maioria dos países, a documentação exigida é apenas a nossa carteira de habilitação (CNH). Porém, para países como Itália e França você irá precisar da carteira de habilitação internacional. Você pode solicitar a sua habilitação internacional por meio do Detran de sua cidade. Procure providenciar o documento com pelo menos dois meses de antecedência da sua viagem. 

 

Avião

 

Como já falamos, a chegada das companhias low cost mudaram o panorama do transporte de viagem na Europa. Elas utilizam várias formas para diminuir os custos da passagem, cobrando tudo à parte, desde item despachado até sua reserva de assento na aeronave.

Por isso, cuidado! Aquela passagem que aparentemente está com uma super oferta pode sair muito mais cara do que uma passagem de trem, acrescentando o custo de excesso de bagagem, a compra de algum lanche, etc.

Com alguns meses de antecedência, acesse sites como o Skyscanner  e faça pesquisa de preços. Nunca deixe para a última hora. Faça cadastro nas empresas mais famosas e aproveite as grandes ofertas. Acredite, você poderá pegar trechos pagando  menos de 10 euros!

Algumas das companhias low cost mais famosas são:

 

Trem

 

Ainda hoje, a maneira mais prática de viajar pela Europa – e para muitos a mais charmosa! – é viajar de trem. A vasta malha ferroviária, os diversos trechos percorridos por trens de alta velocidade e ainda a experiência de admirar da janela paisagens únicas, faz com que o transporte faça parte da experiência da viagem.

Dica: Para o trajeto de trem, prefira trechos de até quatro horas para que a viagem não fique cansativa.

Sobre a viagem noturna de trem, ela tem seus prós e contras. Fazendo uma viagem noturna, além de economizar com hospedagem, você ganha tempo de viagem com o transporte de um lugar para o outro. Isto pode ser  uma opção para economizar tempo e dinheiro. Porém, alertamos que não é uma das opções mais agradáveis.

Você poderá comprar os trechos diretamente com as empresas de cada país ou comprar um passe  que dá direito a visitar vários países em um determinado período ou em um roteiro específico. A empresa mais famosa que vende esse tipo de passagem é a Rail Europe.

Com o seu roteiro definido, vá até o site e procure pelos diversos pacotes que eles oferecem. Compare com os outros meios de transporte. Você pode até comprar alguns trechos avulsos para ter certeza que fará um bom negócio.

Em alguns países, viajar de trem é muito mais fácil que qualquer outro meio de transporte como é o caso da Itália. A empresa Trenitália possui passagens incrivelmente baratas. Há ainda outras empresas como a Bah na Alemanha, Renfe na Espanha e um ótimo trecho da Thalys que compõe França, Bélgica e Amsterdã.

Inclua pelo menos uma viagem de trem de alta velocidade em seu roteiro e sinta a emoção de um transporte rápido, sem burocracia (nada de check-in, esteira de bagagem) e, principalmente, pontualidade extrema – um benefício que pode trazer sérios problemas para aqueles sempre atrasadinhos.

Dúvidas? Sugestões? Opiniões sobre a Europa? Deixe abaixo o seu comentário. Aproveite também para assinar nossa Newsletter e receber novidades sobre as viagens do ILoveTrip.

 

Leia mais sobre a Europa:

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Amei o post! Bastante esclarecedor!!!!!!!!!!!!!!

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui