Buenos Aires: Dicas e pontos turísticos – Caminito, Estádio do Boca, San Telmo e Puerto Madero

Buenos-Aires-Dicas-e-pontos-turísticos-Caminito-Estádio-do-Boca-San-Telmo-e-Puerto-Madero

Dia maravilhoso de muito sol e para começar bem, Mediallunas e Dulce de Leche no café da manhã. O roteiro de hoje era conhecer alguns dos principais pontos turísticos de Buenos Aires como o famoso Caminito e estádio do Boca Juniors, bairro de San Telmo e terminar o dia no lindo bairro de Puerto Madero.

 

Buenos Aires: Dicas e pontos turísticos

Roteiro 2º dia – domingo

Caminito, estádio Boca Juniors, Feira de San Telmo, Parque Lezama, Museu Histórico Nacional,Puerto Madero, Puente de La Mujer.

Após o café da manhã e algumas dicas da recepção do hotel, saímos cedinho e já pegamos um táxi para o bairro Boca. Chegamos no Caminito antes das 10h da manhã e por isso não havia quase ninguém e os vendedores estavam começando a montar as barracas. Fomos primeiro visitar o Museu de Bellas Artes de La Boca que ficamos sabendo ter um terraço com vista panorâmica de toda a região, mas ele infelizmente estava fechado para reformas. De lá fomos a Fundación PROA que também possui um terraço lindo com café e vista parcial do porto.

Fundación PROA - Buenos Aires
Fundación PROA
Símbolo de Buenos Aires - Ponto Turístico
Caminito – Ponto Turístico Símbolo de Buenos Aires

 

Seguimos pelas ruas do Caminito tirando muitas fotos e conhecendo as inúmeras lojas cheias de souvenir, os bares com suas mesas na rua e logo apareceram as dançarinas de tango puxando os homens para tirar fotos em troca de uma gorjeta. A maioria aceita e a foto fica engraçada.

As casas e lojas do Caminito são todas coloridas e representam as casas antigas das pessoas do bairro. Segundo contam, as casinhas da vila eram feitas com materiais velhos dos navios que eram pintados de cores coloridas para dar vida ao lugar.

Lojas do Caminito
Lojas do Caminito
Casinhas Coloridas do Caminito
Casinhas Coloridas do Caminito

 

Caminito dançarina tango turista
Caminito – A dançarina de tango e o turista fingindo que sabe dançar

Depois de entrar em várias lojinhas e andar pelas ruas do Caminito paramos em um restaurante bar chamado El Che Carlos que fica em uma esquina e é bem ajeitadinho. Tomamos a clássica cerveza Quilmes (pronuncia-se com o “L” no céu da boca) e comemos nossas primeiras empanadas que sem dúvida foram as melhores.

As empanadas são salgados tradicionais em Buenos Aires que lembram uma fogazza, mas com uma massa diferente. São deliciosas e você pode encontrar em qualquer lugar. As versões principais são carne, queso com jámon (presunto e queijo), pollo (frango) e outras variações.

Caminito - restaurante El Che Carlos
Caminito – restaurante El Che Carlos
Empanadas do El Che Carlos
Empanadas do El Che Carlos

As ruas do Caminito são fechadas no domingo e existem vários carros de polícia no entorno para assegurar o sossego dos turistas. Como vimos alguns comentários na internet sobre o bairro Boca ser perigoso, antes de ir para o estádio do Boca Juniors, perguntamos a um guarda se era seguro o caminho a pé até o La Bombonera (é assim que chamam o estádio) e a resposta foi positiva.

Na verdade nos surpreendemos pela distância. Do final do Caminito até o estádio do Boca são apenas duas quadras e como são muitos turistas que fazem o caminho não achamos nada de perigoso, muito pelo contrário. Mas claro, o negócio é não se arriscar caso não veja movimento na rua.

Chegando no Boca Juniors uma pequena calçada da fama com nomes dos jogadores e marcas dos pés no chão. Claro que do Maradona todo mundo quer ver. A entrada para os turistas é por dentro da loja de produtos do Boca Juniors e você pode optar pela visita Express, pela visita tour (guiada) e as duas podem ser combinadas com a vista ao museu.

Optamos pela visita tour o que nos deu direito a conhecer o estádio com um guia argentino muito simpático que confessou que torcia, no Brasil, pelo corinthians.

Conhecemos os camarotes, as arquibancadas simples, vestiários e ainda entramos em uma parte lateral do campo. Para tirar foto dentro do campo e com o troféu o valor é cobrado a parte.

Estádio do Boca Juniors - La Bombonera
Estádio do Boca Juniors – La Bombonera
Estádio Boca Juniors
Estádio Boca Juniors

Dica: não se esqueça que a feira de San Telmo em Buenos Aires só acontece aos domingos.Saímos de lá e pegamos um táxi para San Telmo, para a famosa feira de domingo. A feira é enorme, com muitas barracas cheias de artesanato e diversos outros produtos. Muitos artistas se apresentam na rua.

Andamos bastante para encontrar o restaurante El Desnível que, segundo uma dica que pegamos na internet, ficava próximo ao n° 1400 da rua Defensa mas que na verdade fica no n° 855.

Igreja em San Telmo
Igreja em San Telmo
Feira de San Telmo - Atração de Buenos Aires
Feira de San Telmo

Dica: sempre pesquise informações sobre viagens no ILoveTrip! Aqui você não corre o risco de ser enganado com dados falsos. Viajamos primeiro para poder divulgar as melhores informações.

Chegamos ao restaurante El Desnível e apesar de ser considerado um dos mais tradicionais no quesito parrilla argentina e de ser um dos pontos turísticos em Buenos Aires, o lugar é bem apertado e bem simples. Depois da longa espera na fila, finalmente chegamos na mesa (colada com outras ao lado) e fizemos nosso pedido para o garçom, nada simpático e muito apressado.

Ficamos exatos 30 minutos esperando pelo pedido e nem sequer nossas bebidas foram trazidas. Depois de alertar o garçom sobre a demora, ele ainda continuou a entregar pedidos que foram feitos bem depois do nosso (por clientes argentinos).

Moral da história: saímos do restaurante sem a menor vontade de voltar ou indicar para alguém.

Fomos andando até o final da rua Defensa, no restaurante El Hipopótamo que fica em frente ao Parque Lezama. Pedimos uma massa deliciosa chamada Sorrentino. As massas ou pastas argentinas são muito boas e costumam ser bem macias e leves.

Restaurante El Hipopotamo - San Telmo
Restaurante El Hipopotamo – San Telmo
Bar e rua em San Telmo
Bar e rua em San Telmo

Saindo do restaurante El Hipopótamo atravessamos a rua para conhecer o Parque Lezama, mais simples e muito frequentado por famílias. Ao lado do parque, visitamos o Museu Histórico Nacional em Buenos Aires onde encontramos muitas peças sobre San Martin. A entrada é franca.

Museu Histórico Nacional - San Telmo
Museu Histórico Nacional – San Telmo

Chegamos no finalzinho da tarde em Puerto Madero, passamos em frente ao Casino Flotante e fomos andando por todo o porto pelo parque linear que está em toda extensão na beira do rio. São vários barcos parados e muitas famílias andando ou pessoas apenas sentadas nos bancos vendo o pôr do sol chegar.

Ali também estão prédios lindos e cafés aconchegantes. Fomos andando até a Puente de La Mujer, um dos símbolos  e o maior ponto turístico de Buenos Aires. A construção foi inspirada em um casal dançando tango e à noite a ponte fica toda iluminada. Ao lado da Puente de La Mujer fica um barco bem grande que funciona como museu. Infelizmente não conseguimos entrar porque ele fica aberto só até as 19h.

Parque Linear - Puerto Madero
Parque Linear – Puerto Madero
Puente de La Mujer - Puerto Madero
Puente de La Mujer – Puerto Madero

Ficamos curtindo o lugar e depois de um tempo pegamos um táxi para voltar ao hotel.

Logo que chegamos começou a chover e por isso optamos por jantar no próprio restaurante do hotel.

Foi um excelente dia para conhecer alguns dos principais pontos turísticos da cidade!

Despesas de duas pessoas:

 

  • Táxi hotel até bairro Boca – 22 pesos
  • Barzinho no Caminito – 22 pesos
  • Visita ao estádio do Boca Juniors – 50 pesos
  • Táxi até San Telmo – 12 pesos
  • Almoço – 62 pesos
  • Táxi do centro para o hotel – 12 pesos
  • Jantar – 45 pesos.
Rua no Caminito
Rua no Caminito
Caminito
Caminito

 

Caminito
Caminito

 

Caminito
Caminito

 

Buenos Aires Caminito
Caminito

 

Vista caminito terraço Fundación PROA
Vista do terraço da Fundación PROA

 

Estádio do Boca Juniors - La Bombonera
Estádio do Boca Juniors – La Bombonera

 

Estátua do Maradona - Estádio do Boca Juniors
Estátua do Maradona – Estádio do Boca Juniors

 

Pôr do sol Puerto Madero
Pôr do sol – Puerto Madero

 

Puerto Madero Buenos Aires
Puerto Madero

 

Puerto Madero
Árvore no outono – Puerto Madero

 

Puerto Madero Buenos Aires
Puerto Madero

 

Gostou? Deixe abaixo o seu comentário sobre essa viagem.

Veja mais sobre Buenos Aires:

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito boas as dicas, só faço uma ressalva: Seria muito bom datas os artigos, assim teríamos uma noção melhor do tempo x dinheiro. ABcs, sucesso!

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui