O que fazer em Roma: Dicas Imperdíveis

O que fazer em Roma

Conhecer Roma, na Itália, é o sonho de muitos turistas. Provavelmente, porque a capital italiana é uma das mais antigas do mundo, tendo sido criada a mais de 2.500 anos. Desde então, Roma tem sido um centro de poder, política, cultura e desenvolvimento. Vários imperadores e césares governaram a também chamada “cidade eterna“. Não é à toa que o Império Romana teve grandes conquistas. Com toda certeza, só por este currículo, você deve estar pensando que há muito o que fazer em Roma e pode ser difícil organizar um roteiro. É verdade, a lista de atrações é extensa. Porém, neste artigo você vai conhecer um guia com as principais atrações turísticas de Roma e um roteiro para você poder seguir durante sua viagem. No fim das contas, não há muito o que se preocupar. Afinal, todos os caminhos levam a Roma.

Quando ir

Roma é um destino que você pode visitar durante o ano todo. Mesmo assim, vale dizer que os meses de julho e agosto são geralmente quentes e úmidos. Por outro lado, de dezembro a março, quando acontece o inverno europeu, a cidade pode ser bem fria. A maioria dos visitantes concorda que a melhor época para visitar Roma é entre setembro e novembro e de abril a maio. Nessa época, além de temperatura agradável, em torno dos 20ºC, as multidões também são menores. Ainda, outobro e novembro são os meses com maior incidência de chuvas.

Onde ficar

À primeira vista, Roma pode parecer caótica e confusa. Contudo, uma vez que você começar a desvendar a cidade, você descobrirá que o centro é na verdade bem compacto e que você pode descobrir muito de Roma a pé.

Entretanto, há de se considerar também que Roma é um destino para diferentes tipos de turistas. Por exemplo, há aqueles que estão em lua de mel. Nesse sentido, um bairro bem romântico é o Aventino, que fica situado no topo de uma colina proporcionando vistas incríveis da cidade. Todavia, se você está indo a Roma pela primeira vez, o melhor é se hospedar no centro histórico. Isto porque você estará perto das principais atrações.

Na contramão, se você é daquele tipo de turista que prefere se misturar com os locais, uma boa pedida é se hospedar em San Giovanni.

O que fazer em Roma.
Vista de uma das colinas em Aventino

Como circular

Apesar de ser caminhar ser uma ótima opção, vamos confesar que dar um descanso para as pernas é essencial. Principalmente durante as férias. Além do mais, ao contrário de outras grandes capitais, onde as atrações turísticas estão mais concentradas em uma ou duas áreas, Roma é uma cidade mais espalhada. Por conta disso, você irá uma hora ou outra utilizar o sistema de transporte público romano.

Qualquer escavação em Roma termina com o achado de artefatos ou Ruínas. Provavelmente, por conta disso a cidade eterna conta apenas com duas linhas de metrô, a Metropolitana Linea A e Metropolitana Linea B. Nesse sentido, mesmo que você use o metro, é provavel que precise de algum transporte complementar.

Por outro lado, o uso dos ônibus é mais prático e a frota é muito maior. Um aplicativo interessante que te ajuda a circular de ônibus na cidade é o Rome Bus, que pode ser baixado na Play Store. O valor to bilhete individual custa €1.50 tanto no metrô como no ônibus. O bilhete é válido por 75 minutos.

Rome & Vatican Pass

O OMNIA Vatican e Rome Card custa €113. Tal como acontece com outros cartões semelhantes em outras cidades (Londres, Paris, entre outras), o OMNIA Vatican e Rome Card pode ser um bom negócio para algumas pessoas, principalmente se você quer facilidade. Por outro lado, para aqueles viajantes que preferem pesquisar tudo por conta própria para garantir as melhores ofertas, o cartão pode ser uma perda de dinheiro.

No entanto, a aquisição do cartão pode ser uma boa pedida se você quer ver o máximo de Roma em pouco tempo, quer evitar longas filas, usará muito o transporte público romano e não quer ter o trabalho de comprar todos os ingressos separadamente. Sem dúvidas, se você respondeu afirmativo para tudo que comentamos o cartão é pra você. Veja aqui como comprar e conheça todos os benefícios.

O que fazer em roma. Adquirir o Roma Pass

O que fazer em Roma: roteiro de 3 dias

A seguir, você vai conhecer um roteiro de 3 dias elaborado cuidadosamente para que você possa absorver o máximo da capital italiana.

DIA 1: um tour pelas ruínas da Roma Antiga

Visite o Coliseu

Não há melhor maneira de começar sua viagem do que com uma visita ao ponto turístico mais emblemático de Roma – o Coliseu. Localizado no centro da cidade, este anfiteatro deslumbrante remonta ao século 72 D.C. Vale lembrar que é importante revervar seu bilhete antes de ir para evitar as filas e entrar na Arena do Gladiador. É uma experiência emocionante entrar no local onde gladiadores e animais exóticos se engajavam em combate mortal para o entretenimento do imperador romano e seus cidadãos.

Há diferentes valores, mas a entrada no Coliseu combinada com o Fórum Romano e a Colina Palatino custa 26€. Além disso, você pode adquirir seu bilhete aqui. Após a sua visita, pare em algum café e peça uma pizza para entrar no espírito italiano.

O que fazer em Roma? Visitar o Coliseu

Palatino e Fórum Romano

Após o almoço, caminhe até o Fórum Romano, uma enorme praça cheia de edifícios antigos maravilhosamente preservados, no centro de Roma. O Fórum é cercado por quatro templos, que em séculos passados ​​foram usados ​​para oferecer sacrifícios para trazer boa sorte aos visitantes do local.

Ao passear pelas ruínas, o significado de cidade eterna fica mais claro. Afinal, Roma viu seu império desmoronar durantes muitos terremotos. Ainda assim, as ruínas estão lá para mostrar a força da arquitetura da época.

Durante séculos, o chamado Foro Romano foi o coração da vida cotidiana em Roma. Era lá onde os políticos discursavam , criminosos eram julgados e, assim como no Coliseu, gladiadores lutavam até a morte. Naturalmente, com o declínio do império romano o Fórum caiu em desuso.

Apesar de intactas, as ruínas do Fórum só foram descobertas após as escavações durante os séculos 18 e 19. Hoje, este é um dos pontos turísticos de Roma que atraí mais turistas: cerca de 4,5 milhões todos os anos.

Uma vez que você caminhou e conheceu mais da história do Fórum, siga em direção a Colina Palatino. De lá, você poderá tirar fotos magníficas de Roma.

O que fazer em Roma? Visitar o Forum Romano

Que tal comer uma massa no Campo de Fiori?

O seu dia foi cheio. Depois da pizza na hora do almoço, nada melhor que experimentar a “pasta”, ou seja, o melhor da massa italiana. Nossa dica é que você siga para a praça Campo de Fiori. Trata-se de uma das principais praças de Roma. Além disso, ela foi construída em torno da estátua do mártir Giordano Bruno, condenado a morte pela fogueira durante a inquisição.

Durante o dia, a praça é bem movimentada pelo comércio. Porém, na parte da noite, o cenário muda e se transforma em um vibrante polo gastronômico. Indicamos que você jante no La Carbonara, Maranega ou na Antiga Hostaria Romanesca.

O que fazer em Roma? Saborear uma deliciosa massa.

DIA 2: explorando a cidade

Acorde cedo para visitar a Fontana di Trevi

Acreditamos que a Fontana di Trevi está no páreo com o Coliseu quando falamos de pontos turísticos de Roma. Com toda certeza, você já deve ter visto fotos desta fonte famosa no instagram. Em muitas dessas fotos vemos turistas demais. Por outro lado, se você quer evitar as multidões, o melhor é acordar bem cedo. Quando falamos cedo, queremos dizer realmente madrugar, mais ou menos entre 6 e 7 horas da manhã. O ideal é que você se hospede perto da fonte se quiser pegá-la vazia. Ainda que você acorde cedo para registrar o momento, poderá voltar para acomodação e tomar um café da manhã com calma.

Mesmo que você tenha que despertar cedo, tenha certeza que o local vale a visita. As esculturas que ornamentam a Fontana di Trevi medem 20 metros de altura e 49 metros de largura. São enormes, só mesmo vendo para ter ideia da dimensão.

Além do mais, todo ponto turístico famoso guarda alguns segredos. Diz a lenda, que se você jogar uma moeda na Fontana di Trevi, você retornará a Roma um dia. Outra lenda diz que se você jogar três moedas terá três desejos: voltar a Roma, encontrar o amor da sua vida e casar-se com ele. Pelo sim ou pelo não, essas lendas ganharam popularidade. Para você ter uma ideia, são aproximadamente 3.000 euros jogados na fonte diariamente. 1,5 milhão por ano. O dinheiro é doado para iniciativas beneficentes.

O que fazer em Roma? Pedir desejos na Fontana di Trevi

Caminhe pela Piazza di Spagna

Depois de ter tirado centenas de fotos na Fontana di Trevi, como recomendamos, você pode voltar para sua acomodação e tomar um merecido café da manhã. Após a refeição, siga em direção as escadarias da Piazza di Spagna. Elas foram construídas em 1723 para criar uma ligação entre a parte superior da Piazza Trinita dei Monti, com a sua igreja de duas torres, e a animada Piazza di Spagna na parte de baixo.

Você ainda tem um dia inteiro pela frente. Nesse sentido, reserve um tempo para sentar-se na escadaria e ver a vida passar. Afinal de contas, relaxar também faz parte do roteiro.

O que fazer em Roma? Piazza di Spagna

Vislumbre a grandeza do Panteão

Das escadarias, faça uma pequena caminhada de 15 minutos até incrível Panteão. A construção, que data cerca de 2000 anos, é o monumento romano mais bem preservado da cidade. Certamente, é um desafio não ficar impressionado com a grandeza do lugar. Sua cúpula, por exemplo, ainda hoje é considerada como a maior cúpula de concreto não reforçado do mundo.

Originalmente, o Panteão foi construído como um local de adoração aos os deuses romanos. Em 609 DC ele foi finalmente convertido em um igreja cristã, o que também é um dos motivos pelos quais o templo está tão bem conservado. Ainda, no Panteão estão enterrados personagens ilustres para história de Roma, como reis e o pintor renascentista Rafael.

Não há custo para entrar no Panteão. Porém, caso você queira mergulhar ainda mais na história do local, você pode participar de um tour guiado no valor de 10€ . Mais informações aqui!

O que fazer em Roma. Conhecer o Panteão

Visite o Castelo Sant’ Angelo

Depois de almoçar, siga em direção ao Rio Tibre e atrave-se a belíssima Ponte Sant’ Angelo até o Castelo Sant’ Angelo. Trata-se de um castelo único, devido a sua estrutura cilíndrica. Sem dúvidas, a construção é uma dos mais interessantes de capital romana, sendo também o castelo mais antigo da Itália. Ele foi originalmente construído pelo famoso imperador romano Adriano para si e sua família, no século 2 dC.

O que poucos visitantes sabem, é que o Castelo também abriga o mausoléu de Adriano. Além disso, o local exibe afrescos pintados com ornamentos, aposentos papais e estátuas fantásticas. Tudo digno de uma visita. O valor da entrada custa 14€ e você pode encontrar mais informações aqui.

O que fazer em Roma. Visitar o Castelo Sant' Angelo

Deleite-se no melhor do gelato italiano

Depois de desbravar a cidade eterna com os pés, você merece um doce descanso. Para isso, nada melhor que sentar em uma praça e saborear um delicioso gelato. A iguaria é semelhante ao nosso conhecido sorvete, mas apresenta algumas diferenças. Por exemplo, o gelato tem menos gordura do que o sorvete e também menos ar, o que o torna mais denso e mais cremoso que o sorvete normal. Também é servido mais quente que o sorvete, o que significa que ele vai derreter mais rápido enquanto você o come.

Encontrar o melhor gelato não é de longe uma tarefa fácil, mas há algumas dicas para você escolher esse doce refrescante. A mais importante delas é uma regra básica: não escolha nada extremamente colorido. Isso significa que há muitos corante e que o sabor será artificial. Nossos favoritos são o Il Gelato di San Crispino, a Gelateria del Teatro, que é próxima ao Castelo Sant’ Angelo e a Come il Latte.

O que fazer em Roma. Saborear um delicioso gelato

DIA 3: uma experiência religiosa

Conheça os Museus do Vaticano

Não é surpresa que deixamos o suprassumo da sua visita a Roma para o final. Bem, não exatamente em Roma, mas na Cidade do Vaticano, que fica praticamente dentro da capital romana. Mas se prepare, trata-se de um dos lugares mais visitados do mundo. Por conta disso, é muito difícil, diríamos quase impossível encontrar algum dos museus do Vatino vazio.

Portanto, não é nem preciso dizer que você não pode simplesmente estar em Roma e decidir visitar a Cidade do Vaticano no dia seguinte. É imprescindível que você planeje sua visita. A fim de não enfrentar multidões sem fim, é muito recomendável que você adquira um ingresso do tipo “skip the line“, em tradução livre, “pule a fila”. Outra opção é agendar um tour privativo, o que com certeza sairá mais caro.

Os Museus do Vaticano são uma série de museus de arte localizados dentro dos limites da Cidade do Vaticano, originalmente fundada pelo Papa Júlio II. Esses incríveis museus contêm algumas das mais inestimáveis ​​peças de arte, esculturas e muitos outros itens coletados pelos papas ao longo dos séculos.

O que fazer em Roma. Conhecer os museus do Vaticano

Vislumbre toda magnitude da Capela Sistina

Sejamos sinceros, o ponto máximo da visita a Cidade do Vaticano é adentrar a Capela Sistina,construída em 1473. O teto é a verdadeira razão para sua fama mundial: pintado por Michelangelo, ele é decorado com um dos afrescos mais bonitos do mundo, retratando cenas bíblicas, sendo considerado um marco da Alta Renascença. Você pode comprar o bilhete casado para visitar os museus do Vaticano e a capela por 17€. Outra alternativa é adquirir o bilhete com o audio-guia,no valor de 28€. Você pode comprar seus bilhetes e planejar sua visita no site oficial.

O que fazer em Roma? Vislumbrar o teto da capela sistina

Caminhe pelo Trastevere, o bairro mais aconchegante de Roma

Do outro lado do Rio Tibre, encontra-se um antigo bairro da classe trabalhadora, que hoje é um dos pontos de encontro mais bonitos da cidade. Nas ruas de paralelepípedos de Trastevere, você encontra muitos dos melhores restaurantes e pizzarias de Roma, em meio a encantadores edifícios medievais. Não deixe de se despedir de Roma com uma boa taça de vinho. Será muito difícil experimentar um vinho ruim na cidade eterna.

O que fazer em Roma. Jantar no Trastevere

Você tem mais dias?

Com 4, 5, 6 dias ou até mesmo uma semana, você pode quebrar um pouco o roteiro sugerido. Além disso, você poderá incluir também outras atrações um pouco menos turísticas, como um tour por outras igrejas de Roma, visitar a Galeria Borghese, os banhos termais de Caracalla  e por que não, adicionar um bate-volta a sua viagem? Uma ótima casadinha é visitar Florença, que fica a apenas 1h30 de Roma.

Gostou das nossas dicas. Não há pouco o que fazer em Roma, mas você consegue incluir o principal em um roteiro de apenas 3 dias. Usou nosso roteiro, planeja usar ou tem alguma dúvida? Conta pra gente nos comentários!

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui