O que fazer em Pucón: Roteiro dia 1

Pucón é uma cidade encantadora, linda para uma viagem romântica e até mesmo um destino no Chile que muitos escolhem para passar a lua de mel. O roteiro dos Lagos Andinos em geral é bem romântico. Mas, além de casais apaixonados, a cidade de Pucón também atrai muitos aventureiros em busca dos esportes na neve.

Não podemos negar que a queridinha Pucón foi um dos lugares mais apaixonantes que visitamos na nossa viagem ao Chile. Então, se a dúvida é o que fazer nos Lagos Andinos, não deixe de incluir Pucón e saiba que a cidade em si já é um dos mais visitados pontos turísticos do Chile.

Leia Também => Onde é melhor ficar em Pucón: relação dos melhores Hotéis indicados por viajantes

Confira abaixo como foi o roteiro do nosso primeiro dia em Pucón.

 

O que fazer em Pucón – chegando na cidade

 

Rodoviária da cidade de Pucón
Rodoviária da cidade de Pucón

Depois de 6h de viagem de ônibus vindo de Puerto Varas, chegamos no Terminal de Pucón. A cidade é pequena e lindíssima. E, como é tudo plano, seguimos para o hotel a pé. Para saber mais sobre como chegar na cidade, veja nosso post Como Chegar a Pucón.

 

Um dos hotéis com melhor custo x benefício de Pucón
Um dos hotéis com melhor custo x benefício de Pucón

Reservamos o hotel Vientos del Sur e foi um achado, um dos melhores hotéis que ficamos no Chile, com uma vista sensacional para o vulcão Villarrica.  Além disso, bem aconchegante, com um ótimo atendimento e com um bom custo benefício. Recebemos até alguns mimos de boas-vindas porque pensaram que estávamos em lua de mel. Contamos como foi nossa experiência no hotel no post específico do Hotel Vientos del Sur.

 

Que vista!!
Que vista!!

Como Pucón é pequena os comércios ficam próximos ao coração da cidade, a Avenida Bernardo O’higgins. É por ali que fica a maioria dos bons restaurantes, cafeterias, bares e lojinhas. Tudo é muito bonitinho e organizado. Além disso, como Pucón é plana, você consegue fazer tudo a pé.

 

O que fazer em Pucón – Avenida Bernardo O’higgins

 

A cidade de Pucón é bem cuidada e as construções em sua maioria de madeira.
A cidade de Pucón é bem cuidada e as construções em sua maioria de madeira.

Depois do check in no hotel, saímos a pé para conhecer a Avenida Bernardo O’higgins. A cidade é linda, toda arrumadinha e plana. Na avenida ficam muitos restaurantes, cafés, lojinhas e agências vendendo passeios. Por ali você também encontra o centro de informações turísticas bem onde está o famoso Semáforo de Alerta Volcanica. Se o Semáforo estiver marcando verde, fique tranquilo que não há perigo do vulcão resolver acordar. A última erupção do vulcão Villarrica foi na década de 80. Mesmo depois de tanto tempo, como precaução, além do semáforo existem placas por toda a cidade mostrando vias de evacuação no caso de algum problema com o vulcão.

[optinform]

O que fazer em Pucón – Vulcão Villarrica

 

Falando no Vulcão Villarrica ele é um dos ícones dos Lagos Andinos e um dos mais lindos pontos turísticos do Chile. Com certeza ele disputaria com o Osorno em Puerto Varas, o título de “o mais bonito vulcão chileno”. Sua estrutura é espetacular, com uma simetria perfeita e com aquele efeito da neve que dá a impressão de cobertura de chantily. De qualquer ponto da cidade é fácil avistá-lo. Como ele ainda está em atividade, muitas vezes você consegue ver a fumaça saindo da cratera, um visual bem autêntico e emocionante!

Existem vários passeios para o vulcão e um dos mais concorridos é o trekking para chegar até o topo. Neste post falamos mais detalhes sobre o vulcão e as opções de passeio.

 

O que fazer em Pucón – La Poza

 

No final da Avenida O’higgins chegamos no La Poza, uma passarela de madeira, parecendo um calçadão, rodeada por flores, bancos, gramado e uma linda vista para o Vulcão Villarrica. Na entrada do lugar você encontra estátuas representando os índios que habitavam a região. O lugar é bem agradável para um passeio.

 

Caminhada relaxante de final de tarde.
Caminhada relaxante de final de tarde.

O que fazer em Pucón – Playa Grande e Plaza de la Artesania

 

Andando mais um pouco, chegamos na Playa Grande, outro ponto turístico de Pucón. A praia, também formada pelo Lago Villarrica fica cheia no verão. Na época que fomos ela estava vazia, com poucas pessoas tendo coragem de mergulhar na água que é geladíssima. A areia é fofa, grossa e com a coloração preta devido à região vulcânica. Perto dali, outro ponto turístico de Pucón, a Plaza de la Artesania, uma praça com várias barraquinhas que vendem artesanato.

 

A praia em Pucón não é como no Brasil, mas ainda assim é possível aproveitá-la
A praia em Pucón não é como no Brasil, mas ainda assim é possível aproveitá-la

Onde comer em Pucón – padaria Rostock e jantar na Pizza Cala

 

Na volta do passeio passamos pela padaria Rostock – La Casa del Buen Pan e comemos uma deliciosa empanada. O lugar também vende doces de encher os olhos.

 

Autêntica empanada chilena.
Autêntica empanada chilena.

Para fechar o dia fomos jantar na Pizza Cala, ótima opção de restaurante em Pucón. A pizzaria que também é um bar é bem descolada, com muitos detalhes em madeira, climatizada o que é bom para o friozinho, com um ótimo chopp e uma sobremesa deliciosa de pudim com doce de leite.

 

Ambiente aconchegante.
Ambiente aconchegante.

Despesas para duas pessoas:

  • Empanadas: 2400 duas
  • Jantar Pizza Calla :12.700 pesos

 

Veja também => O que fazer em Pucón: roteiro dia 2

Veja mais sobre os Lagos Andinos:

 

Leia nossos outros posts sobre o Chile:

 

Alguma dica ou dúvida sobre o roteiro do dia 1 em Pucón? Deixe abaixo o seu comentário.

* Os valores e os dados apresentados no site podem sofrer alterações. Por isso, antes de viajar, confirme os valores e informações com as empresas responsáveis.

1 COMENTÁRIO

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui