O que fazer em Mendoza: passeios, hotel e onde comer

Atravessamos os Andes para conhecer Mendoza, a famosa “cidade dos vinhos” da Argentina. Chegamos na tarde do primeiro dia e nos despedimos da cidade após o almoço do terceiro dia.

A viagem foi curta, mas deu para aproveitar os principais passeios e atrações de Mendoza, com destaque para a visitação das vinícolas.

 

O que fazer em Mendoza: roteiro 1º dia

 

Partimos de ônibus de Santiago do Chile e chegamos a Mendoza no final da tarde depois de fazermos a travessia dos Andes. O trajeto é bem demorado, mas é tão lindo que nem deu para cansar. Veja mais nesse outro post sobre a nossa travessia dos Andes de Santiago a Mendoza.

Na rodoviária pegamos um táxi até  o hotel Gran Hotel Venus.

 

Hotel em Mendoza – Gran Hotel Venus

 

O Gran Hotel Venus tem uma ótima localização, bem central e com um preço muito bom em comparação aos outros hotéis de Mendoza. Só que ele é bem simples, daquele tipo de lugar apenas para dormir, sem muito conforto ou “extras”. O café da manhã também é normal, sem nada demais.

Quando chegamos tivemos um problema com a limpeza do quarto que não achamos 100% (e conforme nosso índice ILoveTrip de hotéis, limpeza é um dos quesitos básicos para escolha de uma hospedagem).

Depois de reclamarmos na recepção, o quarto foi limpo novamente. Por tudo isso, daríamos no máximo nota 8,0 (pelo preço e localização), indicamos apenas para viajantes econômicos.

Depois da nossa experiência em Mendoza e de ter contato com outros hotéis e outras experiências de viajantes, fizemos um post especial com os melhores hotéis por custo benefício para se hospedar em Mendoza, seja na região central ou na região das vinícolas. Não deixe de conferir aqui.

Gran Hotel Venus
Gran Hotel Venus
Gran Hotel Venus
Gran Hotel Venus
Detalhe do quarto - Grand Hotel Venus
Detalhe do quarto – Gran Hotel Venus

 

O que fazer em Mendoza: Plaza Independencia

Após o check-in e resolvido o problema do quarto, fomos fazer um passeio no centro da cidade.

A Plaza Independencia é uma das cinco praças da região central de Mendoza e é a principal e maior praça da cidade. O Centro de Mendoza é formado por  8 quarteirões de ponta a ponta, formando um quadrado perfeito.

>>PLANEJE SUA VIAGEM << ENTENDA POR QUE O SEGURO VIAGEM É NECESSÁRIO E CONTRATE O SEU COM DESCONTO!

O quadrado é margeado pelas avenidas Las Heras, Belgrano, San Martín e Colón. A Plaza Independencia fica bem no centro desse quadrado da região central.

Curiosidade: as quatro outras praças (Plaza Italia, Plaza Chile, Plaza España e Plaza San Martín) ficam dispostas em um ângulo exato próximas às margens do quadrado. Com a Plaza Independencia no meio, as cinco praças do centro de Mendoza formam um desenho de um “x“ perfeito.

A disposição das praças e ruas foi planejada após um terremoto que destruiu a cidade. Na reconstrução, em 1863, as praças foram projetadas para serem rota de fuga em caso de um novo tremor.

A Plaza Independência segue a linha das demais praças de Mendoza: arborizada, gramada, com muitos bancos, tudo muito bem cuidado. Aqui fica uma linda fonte e um monumento que é aceso à noite, destacando o nome da cidade.

Plaza Independencia
Plaza Independencia
Brasão de Mendoza na Plaza Independencia
Brasão de Mendoza na Plaza Independencia – o letreiro é aceso à noite

 

Onde comer em Mendoza: The Coffee Store

 

Saímos do hotel pela Av. Peru e na esquina com a Av.Colón paramos no The Coffe Store, cafeteria com ambiente bem legal que vende diversos tipos de bebidas quentes e cafés do mundo inteiro, inclusive o café brazuca (que na minha opinião não perde para nenhum outro!).

[optinform]

O The Coffee Store é um ótimo lugar para um café ou lanche da tarde e aproveitamos para tomar uma bebida quente que estava muito gostosa.

The Coffee Store
The Coffee Store

 

Contratando o passeio pelas vinícolas de Mendoza

 

O hotel já tinha nos oferecido alguns tours, mas acabamos fechando uma excursão de meio dia com a empresa Mendoza Vista.

Como não tínhamos reservado os passeios às vinícolas com a devida antecedência, tivemos que abrir mão do almoço na vinícola Zuccardi (nossa primeira opção, devido a muitas recomendações) e visita à La Rural (muito recomendada também).

Mas no final conseguimos visitar algumas vinícolas bem legais, inclusive a Trapiche, também muito famosa na região.

E como são muitas vinícolas (mais de 100!), tínhamos que escolher algumas e todas são muito boas. Como manda o roteiro, o ideal é conhecer pelo menos duas vinícolas, uma grande e uma menor (também chamadas de vinícolas boutique).

+ Veja como foi nosso passeio pelas vinícolas de Mendoza

Reservamos então nosso passeio de meio dia (Excursion Magia del Vinho) já para o dia seguinte incluindo o transporte, almoço na Bodega Familia Cecchin e visitas a Bodega Trapiche, Fabrica Aceite de Oliva PasRai e Club del Olivo (fabrica de licores).

O valor do passeio foi de 650 pesos argentinos, para duas pessoa. Consulte os preços atualizados e faça cotações das excursões em Mendoza, entrando em contato com o seu hotel e agências de turismo na cidade (um exemplo é entrar em contato com a Empresa Mendoza Vista pelo site www.mendozavista.com).

No próximo post daremos mais detalhes sobre nossa experiência de passeio pelas vinícolas de Mendoza.

 

O que fazer em Mendoza – Plaza España

 

A Plaza España é uma das quatro praças da borda da região central de Mendoza. Nosso passeio foi no início da noite, horário em que a praça fica toda iluminada e mais bonita ainda.

Alguns elementos na praça, como por exemplo os azulejos, foram trazidos da Espanha e dão um toque bem legal à decoração.

 

Plaza España - Chafariz
Plaza España – Chafariz
Detalhe no chão - Plaza España
Detalhe no chão – Plaza España

 

O que fazer à noite em Mendoza: Paseo Sarmiento

 

Seguimos para o Paseo Sarmiento, uma rua só de pedestres e muito agradável para um passeio, seja durante o dia ou à noite. Por ali existem muitos bares, restaurantes e cafés, com mesinhas convidativas espalhadas ao longo do calçadão que atraem pessoas para comer e beber o bom vinho de Mendoza.

Sentamos em uma das mesas do Paseo Sarmiento no restaurante “Aylen Resto Bar”. Para matar a fome depois de um dia intenso, pedimos um bom filé argentino acompanhado de claro, uma garrafa de vinho (em Mendoza, o vinho não pode pode faltar em nenhuma das refeições!).

Paseo Sarmiento
Paseo Sarmiento
Mesinhas na rua - Paseo Sarmiento
Mesinhas na rua – Paseo Sarmiento
Aproveite para pedir vinho para acompanhar qualquer refeição
Aproveite e peça os ótimos (e baratos!) vinhos para acompanhar as refeição

+ Veja nosso roteiro no segundo e terceiro dia em Mendoza. Dicas de roteiro e passeios.

 

Mendoza – Mapa Trip

 

No mapa abaixo você confere os endereços de todos os lugares que passamos na nossa viagem por Mendoza:

 

Despesas para duas pessoas

  •  Gran Hotel Venus (duas noites):  620 pesos
  • The Coffee Store: 45 pesos
  • Aylen Resto Bar: 110 pesos

* Os valores e os dados apresentados no site podem sofrer alterações. Por isso, antes de viajar, confirme os valores e informações com as empresas responsáveis.

 

Veja também:

 

Vamos bater um papo com a gente? Deixe sua dúvida ou opinião nos comentários abaixo.
Gostou do post? Assine nossa lista VIP abaixo e receba dicas e novidades do ILoveTrip.

 

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui