O que fazer em Maceió durante 7 dias: roteiro completo

O que fazer em Maceió: orla

Vai tirar alguns dias de férias e está pensando em ir para Alagoas? Então, prepare sua mochila e se planeje para uma semana na capital alagoana. É, pois, aqui lhe daremos o roteiro completo sobre o que fazer em Maceió durante 7dias. A cidade “que tapa o alagadiço”, como diz o nome indígena tupi “Maçayó”.

A capital de Alagoas, no litoral nordestino, atrai turistas anualmente, pois as praias com águas azuladas fascinam. Além das praias, Maceió é conhecida pela cultura, pois festas folclóricas não faltam no calendário da cidade, artesanato e gastronomia.

Dessa forma, vamos começar lhe mostrando primeiro o que você pode fazer em dias de sol.

O que fazer em Maceió durante o dia

Primeiramente, Maceió tem a orla mais bonita do Brasil. Assim, esse status se deve por ela ser composta pelas lindas praias de Cruz das Almas, Ponta Verde, Jatiúca e Pajuçara. Existe ainda a praia da Avenida da Paz, Praia do Francês, Praia da Tabuba, Praia de Ipioca e Praia do Gunga. Dessa forma, a principal característica dessas praias são os jardins e coqueiros que dão um toque a mais. Durante o dia, as praias podem ser visitadas para banhos, passeios, tomar cerveja, água de coco, comer pizza, etc. E, claro, você poderá se hospedar de frente para uma delas, uma vez que hotéis não faltam. Além disso, você encontrará praias mais afastadas da cidade, nos litorais norte e sul.

Há piscinas naturais como, por exemplo, a Lagoa Mundaú, que pode ser apreciada em um passeio de barco. Nela, há um arquipélago de oito ilhas em Maceió e uma no município vizinho. O percurso é o seguinte: Ilha do Irineu, Ilha das Andorinhas, Ilha do Fogo, Ilha de Santa Marta, Ilha do Almirante, Ilha de um Coqueiro Só, Ilha das Cabras e Ilha Bora Bora. A Ilha de Santa Rita fica em Marechal Deodoro.

Além disso, praias e outros pontos podem ser observados dos sete mirantes:

  • Mirante Ambrósio Lira: Rua Ambrósio Lira, bairro Farol, entre Ladeiras
  • do Brito e dos Martírios;
  • Mirante Chã de Bebedouro: Avenida Osvaldo Cruz, estrada de Santa
  • Amélia, bairro Chã de Bebedouro;
  • Mirante do Cortiço: Atrás da Escola Santíssimo Sacramento, bairro
  • Farol;
  • Mirante Kátia Assunção: bairro Jacintinho;
  • Mirante da Sereia: litoral norte, na AL 101;
  • Mirante de São Gonçalo: próximo à Igreja São Gonçalo, bairro Farol;
  • Mirante de Santa Terezinha: próximo à Igreja Santa Terezinha, bairro Farol.

Mas, se quiser cair na água, alugue uma jangada e passeie nas praias em frente à cidade, principalmente, Pajuçara.

O que fazer em Maceió: passeio de jangada pelas piscinas naturais em frente à cidade.

O que fazer em Maceió à noite

Após se divertir durante o dia, poderá acompanhar o pôr do sol da orla, com a vista para as praias. Uma caminhada pelo calçadão também é uma boa opção, pois é por lá que você vai encontrar quiosques. E, logicamente, caminhar pela praia durante o pôr do sol proporciona uma sensação única. Sentir o vento no rosto, a terra molhada nos pés e uma linda vista das praias de Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca e Cruz das Almas

Além disso, ao anoitecer, na orla, poderá degustar a culinária alagoana em um dos restaurantes ao longo da orla.

Aliás, por falar em comida, a gastronomia de Maceió vai lhe deixar de água na boca. É necessário reservar um tempo para degustar e aproveitar o que a cidade tem de melhor em comida. Por isso, é nossa recomendação que aproveite melhor esta opção durante a noite.

Gastronomia de Maceió

As culturas africanas, portuguesas e indígenas de misturaram com o que havia de melhor nelas. Dessa forma, você pode saborear peixes à beira da praia durante o dia, pode fazer isso no restaurante à noite. E, claro, uma mistura de tudo o que há de bom nessas três culturas.

Uma boa parte dos pratos servidos em Maceió é a base de moluscos. Já ouviu falar no Sururu Capote? O marisco é cozido na casca com leite de coco, legumes e outros temperos.

Outros pratos que podem ser apreciados a base de mariscos são as lagostas, camarões e caranguejos.

Já outros alimentos são feitos com tapioca, que é produzida a partir da mandioca. Também pode ser servido e até produzido integralmente com coco ralado e queijo.

Também são comuns o cuscuz feito com milho, mingau de milho(munguzá), carne seca, carne de sol, melado de cana.

Além disso, em alguns lugares você encontra tapioca com carne de sol, sanduíche de camarão, etc.

E você, ficou com água na boca? Então, nada de ficar em casa e reserve um tempo para curtir a noite.

O que fazer em Maceió com chuva

Em síntese, nem mesmo quando São Pedro castigar, sua visita à capital alagoana vai ser chata. Uma vez que você não poderá curtir uma praia, por que não conhecer um pouco da história da cidade?

Por exemplo, as origens da capital alagoana são controversas. Pesquisadores apontam para um engenho de açúcar. Mas, outros afirmam que foi uma vila de pescadores que deu origem a Maceió. Dessa forma, ambas as fontes concordam em uma coisa: seu surgimento foi no século XVIII.

Assim sendo, essas histórias e muitos outros registros com peculiaridades você poderá encontrar em museus da capital.

A história da cidade, cultura, atividades econômicas, personalidades, governos e esportes você poderá observar nos 11 museus da capital. Os endereços são os seguintes:

  • Museu de Arte da Fundação Roberto Chalitta: Praça Manoel Duarte, 77, Pajuçara;
  • Museu Theo Brandão: Avenida da Paz;
  • Palácio Marechal Floriano Peixoto: Praça Marechal Floriano Peixoto, 517, Centro;
  • Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas: Ladeira do Brito, Rua do Sol, 382, Centro.
  • Memorial Pontes de Miranda da Justiça do Trabalho: Avenida da Paz, 2076, 3º andar, Centro;
  • Museu dos Esportes: Avenida Siqueira Campos, estádio Rei Pelé, Trapiche;
  • Associação Comercial de Maceió: Rua Sá e Albuquerque, 467, Palácio do Comércio, Jaraguá;
  • Casa Jorge de Lima: Praça Sinimbu, Centro;
  • Casa do Patrimônio: Rua Sá e Albuquerque, 157, Jaraguá;
  • Museu da Imagem e do Som (Misa): Praça Dois Leões, 275, Jaraguá;
  • Fundação Teotônio Vilela: Avenida Doutor Antônio Gouveia, Pajuçara.

Alagoas

Com o intuito de explicar melhor a geografia local, as praias alagoanas são divididas em litoral norte e litoral sul. Muitas ficam próximas a Maceió, como por exemplo Paripueira, a 27 quilômetros da capital. Adiante, a praia de Carro Quebrado, no município de Barra de Santo Antônio, a 37 quilômetros de Maceió.

Mas, se quiser praias mais perto de Maceió, poderá seguir para o litoral sul. É que, a apenas 16 quilômetros, está o povoado de Massagueira. Este fica no município vizinho, Marechal Deodoro, onde a culinária é o principal atrativo. São vários restaurantes às margens do Lago Manguaba.

Não apenas essa, mas no mesmo município, a Praia do Francês fica a 20 quilômetros de Maceió. Mas, a 25 quilômetros da capital, ainda no município de Marechal Deodoro, fica o Centro Histórico “Terra do Marechal”. Lá, você poderá viajar nas histórias da cidade onde nasceu o homem responsável por transformar o Brasil em república.

Além disso, a 35 quilômetros de Maceió, há mais água na Praia do Gunga, no município de Barra de São Miguel.

Tudo isso que você viu até agora poderá ser incluído em seu roteiro para 7 dias na capital alagoana, pois é o que vamos lhe mostrar agora.

O que fazer em Maceió: praias

Roteiro: o que fazer em Maceió em 7 dias

Mesmo que ainda não tenha conseguido se planejar com essas dicas, vamos lhe dar a dica de um roteiro sobre o que fazer em Maceió durante 7 dias. Assim, você poderá copiar este roteiro ou simplesmente adequar à sua realidade. Afinal, pode ser que você fique menos de uma semana na capital alagoana ou estenda a sua visita.

O que fazer em Maceió: 1º dia

A princípio, que tal, aproveitar para saber mais sobre a história de Maceió? Assim, no dia seguinte, você já se sentirá mais familiarizado com a cidade. Então, você poderá fazer um tour primeiramente pelos 11 museus da capital. (Consulte os endereços de acordo com o que mostramos anteriormente).

Logo que amanhecer, você poderá ir aos museus próximos à Avenida da Paz. São o Museu Theo Brandão, Memorial Pontes de Miranda da Justiça do Trabalho, Memorial à República, Museu de História Natural, Museu do Comércio de Alagoas e o Museu da Tecnologia.

Em seguida, existe a Casa do Patrimônio, Museu da Imagem e do Som (Misa), Casa Jorge de Lima, Pinacoteca Universitária e Museu da 2ª Guerra.

Adiante, a Fundação Teotônio Vilela e o Museu dos Esportes que abriga documentos esportivos desde a década de 1920, de Alagoas e do Brasil.

Adiante, o Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas, o Museu da Arte da Fundação Pierre Chalitta, que mantém acervo de imagens sagradas do século XVII. Finalizando esse tour, visite o Palácio Marechal Floriano Peixoto, onde foi a sede do governo e agora expõe artigos de personalidades do estado.

Claro, isso é programação para um dia inteiro e você pode fazer um intervalo para almoço em um dos restaurantes da cidade para experimentar os mariscos e continuar com a programação cultural. Os museus funcionam em horário comercial e fecham para almoço.

No fim do dia, você pode caminhar pela orla de Maceió e saborear sorvetes de várias frutas regionais, além de água de coco ou parar para tomar aquela cerveja, bem como parar em uma pizzaria.

Agora que você já alimentou bem o estômago e a sua bagagem cultural com a história do município que você está visitando, é descansar para o segundo dia de diversão.

O que fazer em Maceió: 2º dia

Após conhecer bastante da história de Maceió tendo passeado de carro entre um museu e outro, que tal ficar mais com os pés no chão?

Pela manhã, você pode alugar uma bicicleta para passear pela cidade. O roteiro mais indicado é a Praia do Pontal da Barra até a Praia de Pajuçara. Não se preocupe com o trânsito. O percurso será feito totalmente pela ciclovia.

Durante a tarde, naquele calor, que tal curtir umas praias? E nem precisa ir longe. As que ficam na zona urbana são na orla, onde você foi passear durante a noite anterior. Porém, você vai descer o calçadão e tomar um bom banho nas praias de Cruz das Almas, Ponta Verde, Jatiúca e Pajuçara.

Quando o sol estiver se pondo, você pode caminhar por essas praias no sentido oposto ao que você foi, desfrutando de paisagem linda, sentindo o vento gostoso bater no rosto e a areia molhada aos pés.

O que fazer em Maceió: 3º dia

Esse é o seu terceiro dia em Maceió e o que fazer depois que você já visitou os museus e as praias urbanas? Dê um passeio de jangada durante a manhã até as piscinas naturais de Pajuçara, cheio de corais. Lá, você também poderá desfrutar de massagens relaxantes e exercícios para combater o estresse. Tudo isso no meio do mar. Já imaginou? Você pode passar até mesmo o dia inteiro por lá e só voltar à noite.

O que fazer em Maceió: 4º dia

Que tal se afastar um pouco mais da cidade no seu quarto dia de passeio pela capital alagoana? Um tour pela água no arquipélago das oito ilhas: Ilha do Irineu, Ilha das Andorinhas, Ilha do Fogo, Ilha de Santa Marta, Ilha do Almirante, Ilha de um Coqueiro Só, Ilha das Cabras e Ilha Bora Bora, que ficam na cidade de Maceió, e na Ilha de Santa Rita, que fica no município Marechal Deodoro.

O que fazer em Maceió: 5º dia

Topa um desafio? Se afastar um pouco mais da zona urbana. Mas, é por um bom motivo! Degustar pratos diferentes. Desça para o litoral sul, no município de Marechal Deodoro, a 16 quilômetros de Maceió, e vá até o Povoado dos Sabores, na região de Massagueira. Garanto que você irá comer bem e gastar pouco com pratos à base de frutos do mar. O seu almoço ficará ainda mais completo com a vista para o mar, pois o povoado fica bem às margens.

Durante a tarde, você pode aproveitar as outras praias do litoral sul, se afastando um pouco de Maceió, indo até as praias do Francês e do Gunga.

O que fazer em Maceió: 6º dia

Está acabando sua estadia em Maceió e que tal comprar logo umas lembrancinhas para levar para casa? Para isso, há vários lugares onde pode comprar peças de artesanato: Feirinha da Pajuçara, Pavilhão da Pajuçara, Guerreiros de Alagoas, Mercado do Artesanato e Pontal da Barra.

No fim da tarde, poderá escolher um dos mirantes de Maceió para contemplar a paisagem como praias e pontos turísticos (consultar endereços já mencionados neste artigo).   

O que fazer em Maceió: 7º dia

Se seu último dia coincidir com o domingo, melhor para você, que poderá aproveitar melhor as praias da zona urbana, para não ir longe, uma vez que sua viagem se aproxima. A outra opção é praticar piquenique, atividades culturais ou bater uma bola na Praça do Centenário.

Dicas

Qualquer coisa, acesse o Manual do Viajante que preparamos com muita atenção para atender às suas necessidades, e boa viagem!

SEM COMENTÁRIOS

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui