Gaspar: Pontos Turísticos, Roteiro e Dicas

Gaspar_Pontos_Turisticos_Roteiro_Dicas

Colonizada por açorianos, alemães e italianos, Gaspar conta com forte movimento turístico durante o verão.

Possui 7 parques aquáticos, com recantos naturais, cervejaria, cachaçaria artesanal e espaços para a prática de esportes como motocross, Jeep Cross, parapente e aeromodelismo.

Falando em aeromodelismo, acontece na cidade o Festival Brasileiro de Aeromodelismo (Fesbraer), considerado um dos maiores eventos do mundo.

Localizada na região turística do Vale Europeu, Gaspar surpreende a todos que conhecem seus atrativos.

A diversidade da herança cultural dos imigrantes alemães, italianos e açorianos é perceptível aos olhos dos visitantes, nas características culturais, arquitetônicas e principalmente, na gastronomia da cidade.

As atrações de Gaspar dividem-se basicamente entre dois roteiros:

  1. Rota das Águas, pelos bairros Belchior, Arraial e Cananéia, com forte influência da cultura germânica;
  2. Roteiro Vila d’Itália, na localidade de Gasparinho. São passeios em áreas rurais, passando por casas de arquitetura típica, parques aquáticos, alambiques de cachaça, cervejaria artesanal e truticultura.

Há mata preservada nas encostas e nos vales da região. Esta paisagem dá condições à prática de esportes radicais, à pesca da truta e à contemplação da natureza.

Leia Também => Vale Europeu: As Melhores Dicas da Europa Brasileira

Gaspar: História, Roteiro e Dicas

História de Gaspar

Por volta de 1835 começaram a chegar os primeiros imigrantes de origem germânica que influenciaram grandemente a cultura gasparense e impulsionaram o seu desenvolvimento econômico, antes composta pelo povo indígena.

Em 1875 vieram os imigrantes de origem italiana contribuindo também com a formação cultural do município.

Em 1880 Blumenau foi elevada à categoria de cidade e Gaspar passou a ser seu Distrito.

O município de Gaspar foi instalado em 18 de março de 1934. Em 05 de março do mesmo ano, o município ganhava o primeiro prefeito, o senhor Leopoldo Schramm.

Para conquistar a emancipação político administrativa, os imigrantes da região trabalharam arduamente.

Os primeiros habitantes foram os índios, seguidos dos vicentistas, açorianos, alemães, portugueses e italianos. A maioria dos imigrantes foram atraídos pela exploração de ouro na Bacia do rio Itajaí-Açu e pela captura de índios, empregados como mão de obra.

Outra riqueza que atraía os exploradores constituía-se na madeira leve para a construção e reparos de embarcações náuticas.

Gaspar hoje possui aproximadamente 59.728 habitantes (estimativa IBGE 2012). São pessoas de diversos lugares do país, mas, principalmente, descendentes desses bravos imigrantes que construíram um município marcado pela bravura e beleza.

A cidade possui deslumbrantes atrativos naturais e inúmeros vales, que junto com a riqueza e a diversidade cultural de sua gente dão sustentação a este desenvolvimento.

Origem do nome do município

O município foi intitulado de Gaspar a partir do decreto nº 499, de 17 de fevereiro de 1934, em homenagem ao líder federalista Gaspar Silveira Martins.

Gaspar Silveira iniciou sua vida pública em 1858, como juiz municipal no Rio de Janeiro. Foi também deputado, senador, ministro da Fazenda e um dos fundadores do Partido Federalista. Em 1889 foi Presidente da Província do Rio Grande do Sul.

No início da carreira, era anti monarquista e liberal, fazendo críticas aos governos conservadores da década de 1870. No entanto, com a divisão da política nacional entre monarquistas e republicanos, Silveira Martins acabou por se alinhar com os monarquistas. Em 1880 elegeu-se senador e enfrentou a dura concorrência política com Júlio de Castilhos.

Com a deposição de Dom Pedro II foi para o exílio na Europa, de 1889 até 1891. No retorno ao Brasil, percebeu a influência positivista e passou a criticar os republicanos. Num congresso em Bagé, propôs uma reforma constitucional e a adoção do parlamentarismo.

Lutou para que não houvesse conflito, mas em 1893 começou a Revolução Federalista, devido à instabilidade política entre aqueles que procuravam a autonomia estadual frente ao poder federal e seus opositores. Os federalistas (também chamados maragatos) pretendiam “libertar o Rio Grande do Sul da tirania de Júlio de Castilhos”, então presidente do Estado.

Com a vitória de Júlio de Castilhos e a consequente pacificação, Gaspar Silveira Martins ainda teve fôlego para organizar um novo congresso federalista em Porto Alegre. A partir de então, passou a dar mais atenção para sua vida na fazenda Rincón Pereyra, que possuía no Uruguai.

Quando ir e como circular

Em Gaspar, o clima é quente e temperado. Existe uma pluviosidade significativa ao longo do ano. Mesmo o mês mais seco ainda assim tem muita pluviosidade.

Em Gaspar a temperatura média é 20.2 °C. Ao longo do ano Julho tem uma temperatura média de 15.8 °C.

O mês mais seco é julho com 78 mm, sendo fevereiro o mês de maior precipitação, com uma média de 199 mm.

Como chegar a Gaspar

Saindo de São Paulo, siga na BR 116 sentido Santa Catarina. Após passar por Itajaí, pegue a saída para a BR 470 seguindo as placas sentido Gaspar/SC.

Se a opção for viagem de avião, o aeroporto mais próximo é de Navegantes, e de lá você pode alugar algum carro ou pagar um sistema de transfer até a cidade.

Pontos Turísticos e Atrações de Gaspar 

Alambique do Nono

Alambique com uma estrutura antiga, herança de família, que mantém os traços tradicionais do alambique do avô da família.

Movido por uma roda d´água construída pelos netos, que serve para moer a cana e produzir a cachaça que é vendida no local e nos restaurantes e atrativos da região.

Cachaça Dupipe

Cachaça orgânica produzida artesanalmente a partir do suco de cana, envelhecida em barris de carvalho e de excelente qualidade degustativa.

Produção limitada. A sede fica logo após a Das Bier Cervejaria, subindo em direção a Luís Alves.

Morro da Cruz

O morro oferece uma magnífica vista da cidade, do Rio Itajaí Açu, e até do litoral. Com 290m de altura, foi considerada a melhor rampa para voos livres com ventos terrais de todo o Estado. Anualmente é realizado eventos de voos parapente, sempre no mês de maio, que reúne as maiores feras deste esporte.

Parque Aquático Cascanéia

O Parque Aquático Cascanéia é o maior parque aquático de Santa Catarina, com mais de 100.000m² em meio a uma exuberante área verde.

A estrutura do parque dispõe de atrações para todas as idades, desde toboáguas de até 250m que podem chegar a uma velocidade de 70 km/h até atrações mais moderadas, direcionadas ao público infantil, como o complexo temático da Piscina dos Piratas. Além das atrações aquáticas o complexo dispõe de campo de futebol, salão de jogos, balanço gigante com 40 metros de altura, trilhas para caminhada e a cachoeira.

O parque conta ainda com toda estrutura de apoio e colaboradores preparados para garantir a segurança dos visitantes. Pensando no conforto e comodidade dos clientes a Cascanéia dispõe de hospedagem no interior do Parque, os 47 apartamentos estão localizados no principal complexo onde se encontram as melhores atrações do empreendimento.

Piso térreo: Os apartamentos dispõem de 60 m², divididos em garagem, cozinha, banheiro e quarto. Os aptos dispõem de fogão, churrasqueira, utensílios de cozinha para até 06 pessoas, frigobar, secador de cabelo, 02 televisões – uma na cozinha e outra no quarto, ar condicionado, uma cama de casal box e dois beliches.

Piso superior: Os apartamentos dispõem de 30m², divididos em banheiro, quarto e sacada. Dispõem de: ar condicionado, televisão, uma cama de casal Box e um beliche, frigobar e secador de cabelo. Na sacada há uma pequena cozinha, com fogão, churrasqueira e utensílios para até 04 pessoas. Além de oferecer uma bela vista panorâmica do principal complexo do Parque.

Clube de Modelismo Asas do Vale

Aeromodelismo, héliomodelismo, automodelismo (em pistas asfaltadas e de terra) e nautimodelismo (no lago).

Todos os anos o Clube organiza o FESBRAER – Festival Brasileiro de Aeromodelismo, que conta com apresentações dos melhores aeromodelistas do Brasil e de nível internacional. Hoje o FESBRAER é o terceiro maior festival de modelismo do mundo e o primeiro da América do Sul, sendo superado apenas para um evento realizado no Japão e outro nos Estados Unidos.

Campeonato Catarinense de Parapente

Gaspar possui uma das melhores térmicas de vôo livre do Brasil, por isso consegue atrair anualmente, etapas do campeonato catarinense de parapente. Os vôos são realizados no Morro da Cruz que oferece uma magnífica vista da cidade, do Rio Itajaí Açu, e até do litoral. Com 290m de altura, foi considerada a melhor rampa para vôos livres com ventos terrais de todo o Estado. Anualmente este evento reúne as maiores feras deste esporte.

Pesca

Gaspar possui mais de 10 pesque e pagues distribuídos por toda a cidade, principalmente nas regiões mais interioranas e bucólicas. Muitos oferecem a opção da pesca e limpeza do peixe para ser degustado no próprio local.

Eventos Culturais

Festinver – Festival de Inverno de Gaspar

Desde 1985, por iniciativa de um grupo de jovens, realiza-se o Festival de Inverno de Gaspar, em julho, com ampla programação de cinema, teatro, dança, entre outras manifestações artísticas.

www.festinver.com.br

Eventos Esportivos

Festival Brasileiro de Aeromodelismo

Festival_Aeromodelismo_Gaspar_Ponto_Turistico

O Festival Brasileiro de Aeromodelismo (Fesbraer) é o maior e mais tradicional evento de aeromodelismo do Brasil. O evento acontece no Clube de Modelismo Asas do Vale. Participam pilotos, de todo o Brasil e do exterior, com apresentações de aviões, jatos, helicópteros carrinhos e barcos. O evento não tem caráter competitivo, mas sim, de confraternização entre os praticantes do hobby. O evento movimenta a economia local e lota a rede hoteleira da cidade.

Rod. Gov. Jorge Lacerda, 4.100, Poço Grande.

Fone: (47) 3332-1564

Asas do Vale

Onde Comer em Gaspar

As opções gastronômicas são variadas em Gaspar. Graças à contribuição dos descendentes dos imigrantes de origem germânica, italiana e açoriana. A cidade destaca-se pelas confeitarias, cervejaria artesanal, produtos coloniais e os diversos pesque e pagues, com destaque para os pratos feitos à base de peixe de água doce, em especial, a truta.

Bairro:

Antares Restaurante

La Terra Lanchonete e Restaurante

Restaurante Blumenau

Restaurante Brasuca

Restaurante e Lanchonete Tia Amélia

Restaurante Milão

Restaurante Pioneiros

Truticultura Bertoldi

Truticultura Dalsochio

Centro:

Assadão do Camarão

Deck Gourmet Restaurante

Delícia do Vale

Bertoldi Café e Restaurante

Haito Sushi

Lanchonete e Restaurante Tomio

Manollo Restaurante

Mano’s Restaurante

Restaurante e Pizzaria Estação

Restaurante Raul´s História e Sabor

Rodovia

Churrascaria Toni – Rodovia BR 470

Restaurante Questão de Gosto – Rodovia BR 470

Leia Também => Blumenau: Pontos Turísticos, Roteiros e Dicas

SEM COMENTÁRIOS

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui