5° dia – Foz – Puerto Iguazu – Cataratas do lado Argentino

5°-dia-–-Foz-–-Puerto-Iguazu-–-Cataratas-do-lado-Argentino

Acordamos bem cedo e o dia já estava lindo. Maravilha!! Tomamos café e pegamos o ônibus direto para Ciudad del Este – Paraguai.

Dica: o ônibus para o Paraguai (R$ 3,10) passa em frente ao hotel Rouver.

 

Paraguai – Ciudad del Este

Passamos na duana brasileira e paraguaia e ninguém pediu nem documento e nem nos parou (bem diferente da Argentina). Pense no Paraguai como uma rua 25 de março mais feia. Lojas , galerias, muitos camelôs, as ruas sujas, não gostamos. Os preços também não são tudo isso. Acho que tive essa impressão porque a maioria das coisas que vi ali encontramos em São Paulo. Tem muita coisa eletrônica, bugigandas, muitos perfumes importados, e tudo quanto é produto de beleza.

Comprei um creme da Victoria Secrets por R$ 18 reais. Na verdade eles vendem em dólar (prefira, pois em real ou peso eles fazem o câmbio na hora e cobram o preço que quiserem), pesos ou real. Demos uma volta e entramos em algumas galerias. Algumas coisas estavam até mais baratas sim, mas não tanto quanto imaginamos. Vale a visita pra conhecer e comprar algumas coisinhas, mas se você a 25 de março e Santa Efigênia em São Paulo, não vai se espantar tanto.

 

Cataratas do Iguaçu – lado argentino

Voltamos para o hotel e já seguimos para Cataratas argentinas. Pegamos o ônibus para Puerto Iguazu (3,00 pesos), na rodoviária já compramos os tickets para o passeio Aventura Náutica (70 pesos) e pegamos o outro ônibus para as Cataratas ida e volta (10 pesos).

A estrutura do lado argentino é bem ruim se comparada com o lado brasileiro. Porém não deixa de ser maravilhoso também, com mirantes que você só vê por ali.

Chegando no parque existem dois circuitos (trilhas) para fazer: o inferior (onde fica o passeio da Aventura Náutica) e o superior. Os dois chegam a vários mirantes e valem a visita. Mas se prepare porque a caminhada é longa. Reserve o dia para fazer o passeio.

Fizemos a Aventura Náutica e foi muito bom!! Fomos de capa de chuva para não molhar muito e eles também fornecem uma bolsa impermeável, lacrada, para não molhar os objetos pessoais. É rápido mas maravilhoso! A lancha leva as pessoas para debaixo de 2 cachoeiras gigantes. A sensação é fantástica.

Dica: Não deixe de fazer o passeio de lancha pelas cataratas. Prefira o passeio da Aventura Náutica do lado argentino. Do lado Brasileiro ele se chama Macuco Safári e sai pelo dobro do preço. O passeio também sai mais barato comprando na rodoviária (você paga 75 pesos dentro do parque).

 

Trem – Cataratas do Iguazu – Argentina

 

Além do passeio e das trilhas, um trem antigo com vagões abertos e bancos de madeira leva as pessoas até o lugar mais esperado: o mirante da Garganta do Diabo. O percurso do trem até o mirante é de 1 km. Que vista tem esse lugar! A quantidade de água é inexplicável, só quem vai e vê aquela imensidão de pertinho entende o que é esse cenário.

 

Garganta do Diabo – Cataratas do Iguaçu na Argentina

 

Voltamos para o hotel às 17h da tarde e saímos por volta das 19h da noite seguindo viagem. Foram mais de 4 horas na estrada até chegarmos em Francisco Beltrão. Demos umas voltas na cidade e fomos parar em um hotel bem no centro chamado Liston. Bem simples e limpo o que foi ideal já que queríamos apenas um lugar para passar a noite.

Dúvidas? Sugestões? Opiniões? Deixe abaixo o seu comentário.

Leia os outros posts sobre nossa viagem ao sul do Brasil:

 

1 COMENTÁRIO

  1. Amei Foz do Iguaçu, super lindo mesmo.
    As cataratas dos 2 lados, compras no Paraguai, Itaipu, Marcos 3 fronteiras, feirinha etc, Tudo maravilhoso. Também peguei um motorista que me levou pra todos os lugares, me deu muitas dicas e ele é super pontual e prestativo. Preciso indicar ele pra vcs. Marcos Aurélio – (45) 99124-3045

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui

Sair da versão mobile