Como dirigir em mão inglesa na África do Sul

Destaque_Alugar_Carro_Africa_do_Sul

Alugar um carro para dirigir durante suas viagens, além de econômico pode ser muito prazeroso. Poder fazer seu próprio horário e parar em qualquer ponto turístico sem se preocupar com as agendas das agências de turismo é certamente tentador. Os cuidados são os que já estamos acostumados quando dirigimos em nosso próprio país: combustível, pedágio, multas, limites de velocidade, entre outros requisitos.

Mas imagine alugar um carro em um país em que o banco do motorista é do lado oposto, ou seja, do lado direito? A mão inglesa é comum em muitos países, Reino Unido, Irlanda e África do Sul estão entre eles. Cerca de 35% do mundo dirige na mão inglesa.

Por experiência própria dirigindo na mão inglesa, posso dizer duas coisas: a primeira é que, não, não é fácil de início. Não é que você não saberá dirigir, mas o seu cérebro está programado para fazer tudo do lado oposto.

No primeiro dia pode parecer um pouco assustador, mas após 1h dirigindo você já começa a se acostumar. A segunda é que realmente é a melhor opção para vencer grandes distâncias e economizar.

Dirigir na mão inglesa na África do Sul é a opção que muitos brasileiros tomam para conhecer o país. Por esse motivo tenha em mente que você não estará sozinho. O objetivo desse artigo é dar dicas de como dirigir na mão inglesa na África do Sul e providenciar informações gerais sobre o que você precisará para dirigir no país.

Neste post você vai descobrir:

  • Dicas essenciais para dirigir na mão inglesa
  • Quais são os documentos necessários
  • Quanto custa para alugar um carro na África do Sul
  • Abastecendo na África do Sul
  • Pedágios na África do Sul
  • Autorização especial para visitar países vizinhos
  • Cuidado com a velocidade
  • Segurança nas estradas

9 Dicas essenciais para dirigir na mão inglesa na África do Sul

1. Não comece a dirigir imediatamente após chegar no destino

Muito provavelmente se você está lendo esse artigo é porque dirigir na mão inglesa será uma experiência nova. Como qualquer coisa nova, faça isso depois que você tiver um bom descanso.

Após um voo longo e até se adaptar com o novo fuso-horário, seu organismo estará cansado e será mais difícil e desconfortável dirigir no que seria para nós o lado do carona. 

2. Alugue um carro automático

Mesmo que você tenha experiência dirigindo carros no modo manual desde os 18 anos ou ainda antes, essa é uma das poucas vezes em sua vida em que você desejará dirigir um automático.

A principal razão pela qual é melhor desembolsar um pouco mais de dinheiro em um carro automático é o posicionamento da mão. Para dirigir um carro manual do lado direito, principalmente para os destros, vai exigir uma verdadeira lição de ambidestria.

3. Escolha um carro pequeno

Ao optar pelo aluguel de um carro pequeno você irá facilitar situações básicas, como estacionamento por exemplo.

Se você gosta de carros maiores, pode pensar em alugar um na próxima vez, quando estiver mais acostumado a dirigir com a mão esquerda.

É claro que isso depende também de quantas pessoas estão te acompanhando nessa empreitada, porém, busque sempre um carro que não seja tão largo.

4. Reserve um dia para treinar

Não é sempre possível perder um dia de viagem, mas se você pode fazer isso, o ideal é tirar o primeiro dia de aluguel para se familiarizar com o veículo.

Ao fazer isso, quando você pegar a estrada definitivamente você terá mais confiança na direção.

5. Evite o centro da cidade

O trânsito nos grandes centros urbanos é geralmente caótico. Na África do Sul essa realidade não é diferente. Ao dirigir na mão esquerda você será provavelmente será novato na direção deste lado do carro.

Nesse sentido, motoristas mais experientes não costumam ser muito pacientes e você poderá encontrar situações não muito legais. Fora que as chances de um acidente acontecer nas grandes cidades é muito maior.

6. Cuidado com a noção de espaço do lado esquerdo do carro

Acredito que essa é uma das questões mais importantes. No Brasil, motoristas de longa data estão acostumados a ter uma noção mais clara de espaço do lado direito.

O problema é: ao dirigir na mão inglesa, você precisará ativar uma chave imaginária no seu cérebro e entender que agora o lado que você precisa tomar mais cuidado é o lado esquerdo.

Em teoria parece simples, mas é um dos quesitos mais difíceis ao dirigir do lado direito do carro, principalmente quando passamos perto de outros carros – cuidado com os retrovisores vizinhos.

7. Olhe para a direita primeiro

Preste bastante atenção especialmente quando você entrar em uma rua com estacionamento ou mesmo em uma rotatória.

Nosso instinto é olhar para a esquerda para verificar se há carros se aproximando do lado de onde estamos vindo. É obviamente o oposto em países que dirigem a mão inglesa.

8. Sistema de navegação GPS

É imprescindível ter um sistema de navegação GPS para dirigir na mão inglesa na África do Sul.

Você poderá adquirir com a locadora, ou se você preferir pode adquirir um chip local e usar navegadores em seu próprio celular como Waze e Google Maps.

Eles serão essenciais para te ajudar a chegar em seus destinos.

9. Cuidado com animais na pista

A África do Sul é um destino que costuma ter muitos animais silvestres. Por conta disso, não é difícil se deparar com um macaco ou outro animal cruzando a pista.

Com isso todo cuidado é pouco, principalmente à noite.

Quais são os documentos necessários para alugar um carro na África do Sul

Agora que você já tem uma noção melhor de como é dirigir na mão inglesa na África do Sul, vamos falar um pouco mais de questões práticas.

A primeira delas é: o que você precisa para alugar um carro na África do Sul? Quais os documentos podem exigir nas locadoras de veículos? Abaixo você encontrará a lista de documentos.

  • Ser maior de 18 anos;
  • Passaporte válido;
  • CNH e PID: essa é uma questão mais complicada. Algumas companhias na África do Sul aceitam a Carteira Nacional de Habilitação Brasileira. Outras só permitem que o viajante alugue o carro perante apresentação da Permissão Internacional para Dirigir (PID). Acredito que o mais seguro seja ter a permissão em mãos, uma vez que a África do Sul foi um dos países que aderiu a PID na Convenção Internacional de Viena. Na dúvida, vale a pena entrar em contato direto com a locadora de seu interesse e questionar como eles trabalham. Para tirar a PID, entre em contato com o Departamento Estadual de Trânsito de seu estado;
  • Cartão de crédito internacional no nome do condutor (o cartão é solicitado para retirada de um valor caução que pode chegar a 10.000 reais dependendo da categoria do carro escolhido – caso seja contratado um seguro extra para danos e colisões, esse valor não é computado no cartão).

Quanto custa alugar um carro na África do Sul

Alugar um carro na África do Sul costuma ser uma opção bem barata. Numa rápida busca no Rental Cars, site que agrega locadoras de veículo ao redor no mundo, o aluguel de um carro no câmbio manual, categoria econômica, pegando o carro na Cidade do Cabo e devolvendo em Joanesburgo, está saindo por R$350, 50 reais a diária.

No entanto, como recomendamos anteriormente, só se aventure no câmbio manual dirigindo na mão inglesa na África do Sul se você já tiver experiência.

A transmissão automática de um carro na mesma categoria está saindo por cerca de 585 reais, aproximadamente 83,50 a diária.

Se você estiver fazendo essa viagem entre amigos e for dividir o valor, a viagem será ainda mais econômica.

Abastecendo na África do Sul

Verifique na tampa do tanque do carro qual o tipo de combustível e peça para o frentista abastecer. Diferente da Europa, na África do Sul os postos de gasolina são bem parecidos com os nossos e a figura do frentista ainda é bem presente.

Vale lembrar que nem todos os postos são 24h, a maioria funciona das 7am as 19pm. Muitos deles não aceitam cartão de crédito, apenas o tradicional pagamento em dinheiro, então tenha sempre uma quantia em espécie reservada para o combustível.

O valor do combustível teve um aumento em 2018 (maio). A gasolina que antes girava a R14,23 o litro, cerca de R$ 4,16, está custando agora em torno de R14,72, algo como R$ 4,30.

É importante ter em mente que nas estradas os postos de gasolina são muito distantes uns dos outros. Por conta disso, não deixe o seu tanque ficar perto do vermelho para abastecer.

Pedágios na África do Sul

As locadoras de veículos geralmente oferecem um serviço em que um adesivo é colado no vidro do seu carro e você não tem que enfrentar as filas dos pedágios.

Funciona como o sem parar, sistema brasileiro de pedágio eletrônico.

Por uma quantia pré-fixada o motorista é autorizado a passar por uma pista sem guichês.

Caso a locadora não conte com o serviço, os valores do pedágio podem variar de acordo com a rodovia. Você poderá com preços como 4 Rands (R$1,15), como 70 Rands (20 reais).

Autorização especial para visitar países vizinhos

Atravessar o Lesotho, a Suazilândia e Moçambique é uma prática comum de quem está viajando pela África do Sul.

Mesmo assim, é muito importante que você verifique com antecedência com a locadora de veículos escolhida se o carro também estará segurado em territórios fora da África do Sul.

É essencial checar também quais países você estará autorizado a circular, uma vez que existem territórios com restrições, como é o caso da Zâmbia, por exemplo.

Essa autorização da locadora para circular em países vizinhos pode ter um custo adicional que não é dos mais baratos, chegando a atingir US$150.

Cuidado com a velocidade

Os motoristas sul-africanos raramente, ou nunca, ultrapassam o limite de velocidade. Isso acontece porque a presença policial é muito pesada nas rodovias.

Isso significa que há câmeras que registram a velocidade instaladas nos lugares mais inusitados e bem escondidas.

O limite de velocidade varia de acordo com a rodovia. Nas principais rodovias o limite é de 120km/h, nas vias secundárias rurais o limite é de 100km/h e nas áreas mais urbanas a velocidade é de 60km/h.

Segurança nas estradas

É impossível dizer que não é bonito dirigir na África do Sul, mas por outro lado, o viajante precisa ter em mente que infelizmente o país tem uma reputação de ser um destino potencialmente perigoso, mas não é nada que bom senso e precauções não possam evitar.

Quando se trata de dirigir na África do Sul existem algumas regras simples:

  • Mantenha suas janelas e portas trancadas ao dirigir por áreas urbanas e, especialmente, quando parado em um sinal de trânsito (conhecido como robô na África do Sul);
  • Nunca deixe objetos de valor à vista quando estiver estacionado;
  • Tente estacionar seu carro em uma área protegida por guardas de carros (atendentes que cuidarão do seu veículo em troca de uma gorjeta de alguns rands).
  • Se você estiver usando um GPS, geralmente é uma boa ideia pesquisar rotas sugeridas com antecedência. Frequentemente, o caminho mais curto nem sempre é o mais seguro;
  • Tente evitar dirigir à noite. Há várias razões para isso. A primeira é que nas cidades a maioria dos roubos de carros ocorre após o anoitecer. A segunda é que as estradas rurais raramente são iluminadas o que dificulta a identificação de pessoas e animais, aumentando exponencialmente o risco de acidentes.

O que você achou? Muitos detalhes não é mesmo? Apesar disso, as vantagens de se alugar um carro na África do Sul são imensas.

Liberdade e custo estão entre as principais.

Com esse guia sua viagem ficará mais fácil. Dirigir na mão inglesa na África do Sul pode parecer difícil, mas não é nenhum bicho de sete cabeças.

Planeje-se e curta o máximo das suas viagens.

PARTICIPE! DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário
Por favor informe seu nome aqui